lázaro barbosa

Babaçu, caçador que se ofereceu para ajudar nas buscas por Lázaro Barbosa, desiste; descubra os motivos

As buscas pelo suspeito, que foi apelidado de Serial Killer de Brasília, chegaram ao 15º dia

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 23/06/2021 às 14:26
NOTÍCIA
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

O caçador de 41 anos, conhecido como Babaçu, que ficou famoso nas redes sociais após se oferecer para ajudar nas buscas por Lázaro Barbosa e prometer encontrar o suspeito, que foi apelidado de Serial Killer de Brasília pelos internautas, informou que desistiu de participar da ação na madrugada desta quarta-feira (23). 

Os motivos para a desistência, seria um pedido da mãe do caçador. “Fui pensar bem e sempre queria voltar para trás. Minha mãe começou a chorar, ligou para mim e larguei isso de vez. Vou escutar a minha mãe”, disse ele ao portal R7.

Babaçu, que é um apelido para José Marcos Rodrigues Pereira, é um caçador experiente e estava auxiliando nas buscas por Lázaro desde a última segunda-feira (21). “Eu assinei um papel dizendo que sou responsável por mim, mas vou embora amanhã cedo já que eles não querem que eu ajude”, afirmou ele, completando que a ideia de oferecer ajuda foi dos filhos. 

“Estava em casa e por caçar a vida toda e aprender a viver dentro do mato, meus filhos pequenos falaram que eu dava conta de achar ele para comprar um carro melhor para nós”, contou Babaçu, que se ofereceu por conhecer bem a região. 

“Ele [Lázaro] é bem estruturado, a gente acha que é fácil, mas depois a gente vê que é difícil mesmo, até para mim que tenho experiência”, comentou ele, informando sobre a dificuldade em localizar o suspeito. 

Entenda o caso 

Lázaro Bárbora é procurado desde o dia 9 de junho como sendo o suspeito de matar quatro pessoas de uma mesma família no município de Ceilândia, no Distrito Federal. Desde então o homem fugiu e se escondeu em uma área de mata entre as regiões de Edilândia e Cocalzinho de Goiás. 

Até esta quarta, 15º dia de buscas, a força-tarefa para tentar localizar Lázaro contou com a participação de três helicópteros, drones, cavalos, interdições de rodovias e 270 policiais. 

*Com informações do portal R7

Mais Lidas