Pandemia

Padre que morreu de Covid tem velório com caixão aberto e aglomerações

Fernando Antônio morreu no domingo (21) e foi velado na em uma cerimônia aberta na última terça (22)

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 23/06/2021 às 17:04
NOTÍCIA
Reprodução/Arquidiocese de Vitória
FOTO: Reprodução/Arquidiocese de Vitória
Leitura:

Em meio a pandemia da Covid-19, um padre que morreu da doença teve um velório com um caixão aberto na Catedral Metropolitana de Vitória, no Espírito Santo, na terça-feira (22). A cerimônia atraiu muitos fiéis e registro de aglomerações.

O padre Fernando Antônio, de 37 anos, morreu de complicações da Covid-19. Ele começou a sentir os primeiros sintomas no dia 31 de maio e foi internado em 3 de junho no Hospital Santa Rita, em Vitória. O religioso morreu no domingo (21).

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa), a recomendação é que, em casos de morte por Covid-19 o velório seja feito com o caixão fechado para evitar a disseminação e contaminação da doença. Após o ocorrido, a Sesa recomendou que todos que estiveram presentes na Catedral façam teste de coronavírus em 72 horas.

Autorização para o velório 

A Arquidiocese de Vitória afirmou que foi autorizada a realizar a cerimônia com o caixão aberto. Segundo o arcebispo Dom Dario, a autorização partiu da médica que acompanhou o quadro clínico de Fernando Antônio. De acordo com ele, a médica permitiu que o velório fosse feito já o padre não estaria mais com o vírus da Covid-19, apesar de ter morrido em decorrência da doença.

*Com informações do G1 

Mais Lidas