Investigação

Suspeito de ajudar Lázaro na fuga confessa que "serial killer de Brasília" dormia e comia em fazenda

Lázaro tinha autorização do dono da fazenda para almoçar, jantar e dormir na propriedade

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 25/06/2021 às 13:58
NOTÍCIA
Reprodução/TV Globo
FOTO: Reprodução/TV Globo
Leitura:

Um dos homens preso suspeito de ajudar Lázaro Barbosa durante fuga, confessou que o "serial killer de Brasília" estava almoçando, jantando e dormindo em uma fazenda localizada em Girassol, distrito de Cocalzinho de Goiás. Na última quinta-feira (24) dois homens foram presos, suspeitos de ajudar Lázaro a fugir.

De acordo com o portal Metrópoles, um dos homens é dono da fazenda e o outro é o caseiro do local. De acordo com o caseiro, Lázaro tinha consentimento do proprietário da fazenda para fazer as refeições e dormir na propriedade. Há pelo menos cinco dias, Lázaro ia diariamente ao local.

Cães farejadores foram levados à casa e confirmaram que Lázaro esteve no local. Ainda de acordo com a reportagem do Metrópoles, o caseiro contou a polícia que ouviu o dono da fazenda gritar para a mata: “Vem almoçar, Lázaro!”. À noite, o fazendeiro gritava: “A porta vai ficar aberta!”. 

Lázaro Barbosa, conhecido como "serial killer de Brasília", morre após ser capturado

Vídeo mostra Lázaro Barbosa sendo levado ao hospital após ser baleado; confira

Vídeo mostra momento da captura de Lázaro Barbosa, o serial killer de Brasília; assista

Ferimentos e fuga 

O caseiro também contou aos policiais que nos primeiros dias, Lázaro chegou com a perna machucada, mas que, agora, está em boas condições físicas e ele foi ajudado pelo próprio fazendeiro. O homem mostrou o córrego onde Lázaro fumava maconha diariamente.

Até o momento, a polícia não sabe a motivação dos suspeitos em ajudar Lázaro. No entanto, desde a prisão da dupla, a propriedade está sendo monitorada por policiais. Na quinta-feira (24), helicópteros sobrevoaram a área, e um homem foi avistado entrando na mata. O caseiro confirmou aos policiais que o homem seria Lázaro.

Prisão de suspeitos

A força-tarefa montada entre a Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO) e a SSP-DF, com apoio das polícias Rodoviária Federal, prendeu nessa quinta-feira (24) duas pessoas que estavam ajudando na fuga do suspeito Lázaro Barbosa, conhecido como "serial killer de Brasília", e a se esconder da ação policial.

Durante coletiva, o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, disse que os dois homens presos serviram de apoio para a fuga de Lázaro do cerco policial e que, junto com Lázaro, podem ser considerados uma quadrilha ou organização criminosa.

> Saiba quem é Lázaro Barbosa, "serial killer de Brasília"
> Caçada a Lázaro, Serial Killer de Brasília, entra na terceira semana; veja cronologia

Os dois presos, que não tiveram as identidades reveladas, foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma e facilitação de fuga de foragido. Com um deles foi encontrado uma garrucha calibre 22 com 50 munições. A arma foi furtada por Lázaro provavelmente em uma das residências que ele invadiu e o foragido foi visto em algumas propriedades com a garrucha na mão.

“Acreditamos que eles tenham envolvimento com outros crimes ou acobertam outros crimes do foragido”, disse Miranda. O secretário não quis detalhar a linha de investigação, mas disse que tem indícios e provas contundentes contra os dois detidos e que vão ser apresentadas à Justiça.

*Com informações do Metrópoles 

Mais Lidas