auxílio emergencial

Governo prorroga auxílio emergencial por mais três meses

Benefício será pago até outubro e os valores das parcelas serão mantidos

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 05/07/2021 às 18:51
NOTÍCIA
Marcello Casal Jr./Agência Brasil
FOTO: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou nesta segunda-feira (5) a prorrogação do auxílio emergencial 2021 por mais três meses. A última parcela estava prevista para ser paga no mês de julho, mas agora serão pagas parcelas nos meses de agosto, setembro e outubro deste ano. 

Os valores serão mantidos e variam entre R$150 – para quem mora sozinho – e R$375 – para mães que são chefes de família –. Para custear as novas parcelas do auxílio, o governo editou uma Medida Provisória (MP) que libera crédito extraordinário para o Ministério da Cidadania. 

“Essa é uma medida muito importante, pois o auxílio vem sendo uma importante ferramenta para que pais e mães de famílias, muitos deles que foram impedidos de ganhar o sustento de suas famílias, possam avançar dentro da nossa sociedade com o mínimo de dignidade”, disse o ministro da Cidadania, João Roma, nas redes sociais. 

O presidente já havia anunciado a prorrogação do auxílio na semana passada. O decreto será publicado nesta terça-feira (6). Para ter acesso é preciso ter recebido o benefício em 2020, não estar trabalhando em emprego formal e ter renda familiar mensal de até três salários mínimos. 

*Com informações do UOL 

Mais Lidas