presidente

Bolsonaro cancela agenda e é internado para investigar dores abdominais e soluços persistentes

O presidente se queixava dos sintomas desde o dia 5 de julho.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 14/07/2021 às 10:00
NOTÍCIA
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, durante a madrugada desta quarta-feira (14) se queixando de dores abdominais e soluços persistentes. Há cerca de dez dias o presidente reclama dos sintomas.  

Por meio de nota, o Palácio do Planalto informou que Bolsonaro deu entrada no hospital para investigar a causa dos soluços. "Por orientação médica, o presidente ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas, não necessariamente no hospital. Ele está animado e passa bem", diz parte da nota.

Com a internação do presidente, foi cancelada a agenda de compromissos, que incluía uma reunião entre os presidentes dos poderes Judiciário, Executivo e Legislativo que aconteceria às 11h nesta quarta-feira. Também foi cancelada uma reunião marcada para as 8h com o comitê de coordenação de combate à pandemia.

Bolsonaro teria apresentado os incômodos no dia 5 e falou sobre o assunto em conversa com apoiadores, no Palácio da Alvorada, quando afirmou que estava falando pouco por ter feito dois implantes dentários no sábado anterior. Alguns dias depois, o presidente falou sobre os soluços em uma entrevista. 

"Estou com soluço há cinco dias. Fiz uma cirurgia para implante dentário no sábado. Talvez em função dos remédios que eu estou tomando, estou 24h por dia com soluço" disse à rádio Guaíba.

Confira na íntegra da nota divulgada pelo Palácio do Planalto:

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, por orientação de sua equipe médica, deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, nesta quarta-feira (14) para a realização de exames para investigar a causa dos soluços.
Por orientação médica, o presidente ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas, não necessariamente no hospital. Ele está animado e passa bem.

Secretaria Especial de Comunicação Social

Secom/MCom

Mais Lidas