Notícias

Mulher morta após ser atacada por pitbulls segurava caixa de pizza

A vítima, o namorado e alguns amigos saíram para uma pizzaria e os cachorros foram soltos antes de deixarem a chácara

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 24/07/2021 às 12:59
NOTÍCIA
Arquivo pessoal
FOTO: Arquivo pessoal
Leitura:

Marli Donega, de 53 anos, que morreu depois de ser atacada por seis cachorros da raça pitbull em uma chácara na zona rural da cidade de Birigui, em São Paulo, estava segurando uma caixa de pizza quando chegou no local do ataque. 

Segundo o Delegado do caso Nilton Marinho, Marli, o namorado e alguns amigos saíram para uma pizzaria e os cachorros foram soltos antes de deixarem a chácara.

No retorno da pizzaria, ela foi atacada por pitbulls. O namorado da vítima tentou ajudá-la, mas acabou sendo mordido também. Mesmo ferido, ele conseguiu fugir, se abrigar dentro do imóvel e chamar por ajuda antes de ficar desacordado.

A polícia trabalha com a teoria de que os cachorros avançaram pelo cheiro da pizza. “O colega do casal resolveu voltar a pé. Ele disse que a Marli estava levando para a casa uma caixa com pizza. Então, o que pode ter acontecido é que na hora que a ela desceu do carro com a caixa de pizza, os cães avançaram com o objetivo de comer essa pizza, talvez pelo cheiro. É uma hipótese, porque ele falou que encontrou essa caixa toda rasgada lá no chão", informou o delegado.

A costureira foi velada de caixão fechado e foi enterrada na quinta-feira(21) na cidade de Birigui, com uma cerimônia rápida por conta dos protocolos da pandemia. 

Investigação

Nos próximos dias a filha de Marli e um funcionário da chácara serão ouvidos. Segundo a polícia, ainda será pedido uma perícia complementar do veículo, por dentro. Ainda se aguarda o restabelecimento do caseiro para continuar as investigações, além dos laudos e exame do corpo de delito do namorado da vítima. 

*Informações do G1

Mais Lidas