Tecnologia

Instagram anuncia que perfis de adolescentes na plataforma serão pré-definidos como privados

Anúncio foi feito nesta terça

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 27/07/2021 às 19:00
NOTÍCIA
Reprodução/Pyxabay
FOTO: Reprodução/Pyxabay
Leitura:

A rede social Instagram anunciou, nesta terça-feira (27), mudanças da plataforma para os jovens. Segundo a empresa, o Instagram pré-definirá todas as contas de adolescentes menores de 16 anos como privadas na configuração padrão.

"Queremos impedir, sempre que possível, que os jovens sejam contatados por adultos que eles não conheçam ou com quem não queiram interagir. Acreditamos que manter a conta privada no Instagram é a melhor maneira de evitar que isso aconteça. Portanto, a partir desta semana, todos os menores de 16 anos (ou menores de 18, em alguns países) terão suas contas pré-definidas como privadas ao entrar no Instagram”, explica a companhia.

Perfil público

Os adolescentes que quiserem ter o perfil público deverão receber um comunicado do Instagram apontando os benefícios da conta privada. Porém, a empresa disse também que se os jovens ainda quiserem deixar o feed público, as contas potencialmente suspeitas terão mais dificuldades para encontrar os perfis de menores de idade.

“Desenvolvemos uma nova tecnologia que nos permite encontrar contas que mostraram comportamento potencialmente suspeito e impedir que essas contas interajam com as contas de adolescentes. Por ‘comportamento potencialmente suspeito’, nos referimos a contas de adultos que podem ter sido recentemente bloqueadas ou denunciadas por um jovem, por exemplo. Usando essa tecnologia, esses adultos não verão mais contas de adolescentes em lugares como o Explorar, Reels ou em ‘Contas sugeridas para você’. Caso eles encontrem contas de jovens pesquisando pelos nomes de usuário, serão impedidos de segui-las. Eles também não poderão comentar nas publicações de adolescentes e não verão comentários feitos por adolescentes nas publicações de outras pessoas. Continuaremos a estudar outros lugares no Instagram para poder aplicar essa tecnologia”, disse o Instagram.

A empresa explicou que ouviu especialistas antes de tomar a decisão também em relação aos anúncios na plataforma.

*Com informações da Capricho

Mais Lidas