nacional

Após comentário de Bolsonaro, filho de Bruno Covas diz que presidente ‘nunca entenderá’ o que é o amor

Não é certo atacar quem não está mais aqui para se defender”, escreveu Tomás Covas em nota.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 04/08/2021 às 8:00
NOTÍCIA
Reprodução/ Redes Sociais
FOTO: Reprodução/ Redes Sociais
Leitura:

Na última segunda-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se referiu a Bruno Covas, que morreu em maio deste ano, durante conversa com seus apoiadores no Palácio da Alvorada. Bolsonaro criticou o ex-prefeito de São Paulo como “o outro, que morreu” e seu comentário foi rebatido pelo filho do político, Tomás Covas.

Bolsonaro criticava medidas adotadas pelo governo paulista quando recordou o ex-prefeito. “Um fecha São Paulo e vai para Miami. O outro, que morreu, fecha São Paulo e vai ver Palmeiras x Santos no Maracanã”, disse o presidente, em ataque a Doria e Covas. Bruno assistiu, em janeiro, à final da Copa Libertadores disputada entre Palmeiras e Santos no Maracanã ao lado do filho.

Resposta de Tomás Covas

O filho de Bruno Covas, Tomás, respondeu às críticas de Bolsonaro destacando que “não é certo atacar quem não está mais aqui para se defender”. A nota do menino foi publicada pelo governador de São Paulo, João Doria, no Twitter, na tarde da última terça (3).

“Meu pai sempre foi um homem sério. Fez questão de me levar ao Maracanã no fim da sua vida para curtirmos seus últimos momentos juntos. Isso é amor! Bolsonaro nunca entenderá esse sentimento”, finaliza Tomás.

 

Mais Lidas