mercado de eletrônicos

Panasonic encerra produção de TVs no Brasil e demite 130 funcionários

As atividades serão encerradas até o fim deste ano.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 12/08/2021 às 10:45
NOTÍCIA
REPRODUÇÃO/GOOGLE STREET VIEW
FOTO: REPRODUÇÃO/GOOGLE STREET VIEW
Leitura:

Em março deste ano, a Sony anunciou o fim da produção de aparelhos televisores no Brasil. Agora, foi a vez da Panasonic de divulgar que que vai deixar de fabricar suas TVs e produtos de áudio no país até o fim de 2021. 

A informação foi confirmada pelo Valor Econômico e pelo jornal O Globo. Também foi confirmado que até o fim do ano a multinacional japonesa vai demitir dezenas de pessoas, cerca de 130 funcionários, com o encerramento da produção de TV e áudio no Brasil. O número representa 5% dos 2.400 colaboradores da empresa no país.

A decisão da empresa faz parte de uma estratégia global, com foco na sustentabilidade do negócio. A Panasonic, que tem uma das fábricas localizada em Manaus, no Amazonas, vai manter sua atividade com as linhas de micro-ondas, produtos automotivos e componentes eletrônicos.

Mudanças no mercado

De acordo com O Globo, a divulgação da notícia da saída da Panasonic do Brasil surpreendeu redes de varejo e analistas. Atualmente, o segmento de venda de televisores é dominado no país pela Samsung, seguida da também coreana LG.

Em paralelo, diversas marcas passaram a investir no setor com produtos voltados para a chamada faixa intermediária, com preços a partir de R$ 1.400.

*Com informações da Valor Econômico e do jornal O Globo

Mais Lidas