data comemorativa

Dia do Estagiário: conheça a história de profissionais que iniciaram a carreira no estágio e se destacam no mercado

Izabela Barbosa e Pedro Filipe iniciaram a carreira no mercado de trabalho como estagiários.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 18/08/2021 às 12:55
NOTÍCIA
Reprodução/Arquivo pessoal
FOTO: Reprodução/Arquivo pessoal
Leitura:

Nesta quarta-feira (18), é celebrado o Dia do Estagiário. A data foi estabelecida em um decreto publicado em 1982 e mesmo após ter sido revogado em 2019 continua sendo comemorada no Brasil. Em comemoração a este dia, o NE10 Interior conta a história de dois profissionais que passaram pela experiência do estágio e hoje se destacam no mercado de trabalho. 

Confira 5 dicas para se sair bem na entrevista de estágio

Uma das histórias é a da jornalista Izabela Barbosa, da TV Jornal Interior. A outra é a de Pedro Filipe, que atualmente é coordenador de mídia digitais em uma agência de comunicação em Caruaru, no Agreste. Ambos iniciaram a carreira profissional como estagiários.

Determinação e pioneirismo

Você sabia que a apresentadora Izabela Barbosa já foi estagiária da TV Jornal Interior? A trajetória da jornalista é marcada por um processo cheio de determinação, que a tornou pioneira no ramo em que atua. Izabela é a primeira mulher âncora do programa TV Jornal Notícias e sua história profissional começou há 17 anos, quando ainda era jovem e estava na faculdade de jornalismo.

Durante dois anos a jornalista foi estagiária. Ela contou que o estágio foi um período de dedicação, entrega e amadurecimento. "O estágio foi fundamental para minha carreira como jornalista. Foi no estágio que pude experimentar, conhecer as demais áreas de atuação da TV e me encantar pelo telejornalismo. Iniciei meu estágio na produção de pautas, fazendo rondas e apurando para as reportagens que iam ao ar nos nossos telejornais", disse. 

"Diante da minha desenvoltura, mesmo sabendo que não estava pronta, fui contratada como repórter e dali em diante continuei buscando meu espaço e me firmar no mercado de comunicação, que não é fácil, muito menos naquela época", contou a apresentadora. 

Izabela foi editora, chefe de reportagem e atualmente, além de apresentar o TV Jornal Notícias, ela é gerente de conteúdo da Rádio Jornal no interior de Pernambuco. "Posso dizer que o estágio foi meu alicerce, minha base para conquistar tudo que conquistei na minha carreira. E para os estagiários, aprender, experimentar e se entregar a nossa profissão, fará sempre parte da nossa missa mesmo com a experiência de anos de carreira."

Izabela Barbosa, apresentadora do TV Jornal Notícias
Izabela Barbosa, apresentadora do TV Jornal Notícias
Luisi Marques/JC Imagem

Um salto na vida profissional

Em 2017, Pedro Filipe ingressou no mercado de trabalho a partir do estágio. A oportunidade foi sua primeira experiência profissional e atualmente, na reta final da conclusão do curso de Comunicação Social, o jovem já coordena o departamento de mídias digitais de uma agência de comunicação de Caruaru. 

"O que eu posso perceber nesses quase quatro anos é que a minha trajetória mudou da água para o vinho desde que eu fui inserido no mercado de trabalho, na prática do dia a dia de aplicar a teoria que via na faculdade dentro de uma estrutura de agência, com outros profissionais que já estão trabalhando há algum tempo no mercado. Isso foi muito significativo para a construção da minha carreira", contou. 

Pedro contou que foi durante o estágio que descobriu qual área de atuação profissional mais se identifica. Antes, ao chegar na empresa, ele era responsável pela direção de arte de peças publicitárias. Agora, depois de ter passado pelo estágio e ter sido contratado pela agência, o jovem se identifica ainda mais com o trabalho desenvolvido com as mídias digitais. 

"De uma forma muito verdadeira, eu não seria o profissional que sou hoje se não tivesse passado pela experiência do estágio e pelos perrengues que o estagiário passa e aprendido na prática a teoria que a gente vê na faculdade e como ela se desenvolve no mercado", afirmou. "Trabalha-se não só o que a gente aprende de técnica, mas também a desenvoltura, a inteligência emocional e a paciência. Tudo isso faz parte desse processo e é enriquecedor", destacou Pedro. 

Pedro Filipe é coordenador de mídias digitais
Pedro Filipe é coordenador de mídias digitais
Reprodução/Arquivo pessoal

Mais Lidas