Vacinação

Estudo afirma que CoronaVac tem eficácia de até 77% contra casos graves da variante Delta

O estudo foi realizado com pessoas não vacinadas e vacinadas com uma ou duas doses

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 18/08/2021 às 18:27
NOTÍCIA
Miva Filho - SES/PE
FOTO: Miva Filho - SES/PE
Leitura:

Estudos apresentam que a Coronavac tem eficácia contra a variante Delta, da Covid-19, que varia entre 69% a 77% em relação à proteção de pneumonia, que é o quadro mais grave. Os dados foram anunciados pelo governo de São Paulo, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira(18).

O estudo foi feito  por pesquisadores do Centro de Controle e Prevenção de Doenças da província de Cantão (Guangdong), na China. A vacina do Butantan evita em 100% o desenvolvimento de casos graves de Covid-19 causados pela variante delta e tem eficácia de 69,5% contra pneumonias decorrentes da doença.

O presidente do Butantan, Dimas Covas, reforçou que o estudo tenta comprovar a eficacia da CoronaVac. “Não houve nenhum óbito no grupo vacinado, portanto, isso é uma grande notícia. Demonstrando a efetividade da vacina da CoronaVac contra a variante delta, que preocupa o mundo nesse momento.” afirma.

A pesquisa é vinculada à revista The Lancet, uma das mais importantes publicações médicas do mundo. 

Dados

A pesquisa foi realizada com pessoas vacinadas com uma ou duas doses e não vacinados, pois quando o surto da variante delta começou em Cantão, a imunização em massa ainda estava em andamento.. Foram 10.813 pessoas e a pesquisa foi realizada entre maio e junho de 2021, durante um surto da variante.

Com as duas doses a eficácia sobe para 69,5% em casos de pneumonia. Com os não vacinados, foram 85 casos (1,44%); os vacinados com uma dose, foram 12 casos (1,42%); e entre os vacinados com duas doses, cinco casos (0,35%).  Para a análise, os pesquisadores usaram dados de vigilância sanitária e de vacinação.

Mais Lidas