futebol

PF investigará jogadores argentinos que descumpriram quarentena

No último domingo (5) agentes da Anvisa, com apoio de policiais federais, interromperam um jogo entre a seleção argentina e a brasileira

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 07/09/2021 às 15:40
NOTÍCIA
Alex Silva/ Estadão Conteúdo
FOTO: Alex Silva/ Estadão Conteúdo
Leitura:

A Polícia Federal investigará quatro jogadores argentinos que descumpriram a quarentena no Brasil e, segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) infringiram a lei sanitária. O inquérito foi instaurado na última segunda-feira (6). 

A agência, com apoio de policiais federais, invadiu o campo e interrompeu a partida contra a seleção brasileira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar, que estava acontecendo na Neo Química Arena, em São Paulo. A Anvisa já havia informado por meio de nota que quatro jogadores haviam descumprido as regras para entradas de viajantes no Brasil. 

Os jogadores investigados serão Emiliano Martínez, Emiliano Buendia, Giovani Lo Celso e Cristian Romero, que estiveram no Reino Unido nos últimos 14 dias e não cumpriram com a quarentena obrigatória para quem vem do país europeu. Eles não prestaram depoimento, mas foram ouvidos por policiais federais antes de deixarem o Brasil.  

O Uol Esporte informou que o Ministério da Saúde negou o pedido de excepcionalidade dos quatro jogadores, que foi feito pela Conmebol, que representou a Associação de Futebol Argentino (AFA). O documento não chegou à Casa Civil e foi respondido de maneira negativa uma hora antes do início do jogo. 

O técnico da seleção argentina, Lionel Scaloni, informou que Martínes e Buendía foram dispensados do time e não participam da partida contra a Bolívia na sexta-feira (10). Eles deverão retornar à Europa pela Croácia, mas antes passarão em Madri. Lo Celso e Romero permanecem no time. 

*Com informações do JC Online 

Mais Lidas