em São Paulo

'Dragão azul' comedor de 'caravelas portuguesas' é visto por banhistas em praia

O animal foi flagrado encalhado na faixa de areia.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 08/09/2021 às 9:20
NOTÍCIA
Arquivo Pessoal
FOTO: Arquivo Pessoal
Leitura:

Um pequeno molusco Glaucus atlanticus, conhecido como "Dragão azul", foi flagrado por banhistas em uma praia da cidade de Bertioga, no litoral de São Paulo. Imagens divulgadas nas redes sociais mostram o animal encalhado em uma faixa de areia da praia de Riviera de São Lourenço.

O animal não é venenoso, mas pode soltar uma toxina que pode queimar a pele de quem tocá-lo. Uma moradora, a a arquiteta Dalma Mesquita Ferreira, registrou o animal e disse que chegou a pensar que fosse um pedaço de plástico, mas logo percebeu que se tratava de um ser vivo. 

“Quando eu cheguei perto e vi que aquilo se mexia, a minha primeira reação foi verificar se a onda estava chegando para levar embora”, disse em entrevista ao G1. Antes do animal ser levado, ela registrou o momento e enviou as imagens para o filho.

A arquiteta contou que no dia do encontro o mar estava com ressaca. “Eu nunca tinha visto nem na televisão, só na literatura mesmo. A espécie pode ser conhecida, mas ela estava ali na minha frente. Para resumir, é emocionante se deparar com um serzinho desses na sua frente”, afirmou.

Animal raro

De acordo com Gemany Caetano, mestranda pelo Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (MZUSP) em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade, o animal não é raro, mas que sua aparição é, apesar dele ser encontrado em mares tropicais como o do Brasil, Austrália e de países do continente africano.

“Ele não apresenta muita mobilidade e também não apresenta natação ativa. Quando encalha, se a maré não alcançá-lo para levá-lo de volta, ele acaba morrendo ali”, explicou. A pesquisadora destacou ainda que há o risco de queimaduras em contato com animal, pois se alimenta de caravelas portuguesas.

*Com informações do G1

Mais Lidas