luto

Morre aos 71 anos Aleir Galvão, professora e diretora pedagógica do Colégio Diocesano de Caruaru

A professora passou 12 dias internada na UTI e teve falência múltipla dos órgãos

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 09/09/2021 às 9:40
NOTÍCIA
Divulgação/Colégio Diocesano
FOTO: Divulgação/Colégio Diocesano
Leitura:

A professora e diretora pedagógica do Colégio Diocesano de Caruaru, Aleir Galvão, morreu nesta quinta-feira (9) aos 71 anos. Aleir lutava há anos contra a esquistossomose e estava internada há 12 dias na UTI do Hospital da Unimed, onde teve falência múltipla dos órgãos.

Por meio de nota, o Colégio Diocesano lamentou a morte da professora, que estava na instituição desde 1993. "A professora Aleir deixa um legado indiscutível na educação da região com o seu toque humano no ensino, pautado pela competência, dinamismo e considerando os estudantes sujeitos de sua própria história", diz o texto.

Em sua trajetória profissional, Aleir Galvão professora da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru (Fafica), docente no Colégio Sagrado Coração e, na cidade de Agrestina, desempenhou as funções de Secretária de Educação na primeira gestão do prefeito Josué Mendes, além de diretora do Colégio Constantino.

"Como ser humano, Aleir será sempre lembrada por seu sorriso sincero, abraço caloroso e seu coração generoso", diz a nota do Colégio Diocesano. Aleir era viúva, deixa três filhos, uma neta e uma legião de ex-alunos e colegas de trabalho que se tornaram amigos e admiradores da sua trajetória.

Velório

O velório de Aleir Galvão será aberto ao público no Colégio Diocesano de Caruaru. Para quem desejar participar, o acesso será liberado pela portaria da quadra, na Av. Oswaldo Cruz. O sepultamento será às 16h, no Cemitério Dom Bosco.

Mais Lidas