menu

Horário de verão vai voltar em 2021? Entenda situação

Iniciativa busca reduzir consumo de energia elétrica


O número subiu 4% em relação ao ano passado
Horário de verão é um assunto que voltou a ficar em alta no Brasil (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O horário de verão é um assunto que voltou a ficar em alta no Brasil durante o período da crise hídrica e a alta nos preços da contas de luz. De acordo com o UOL, empresários já pediram formalmente ao governo pela volta do horário. A ideia foi encerrada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 2019, mas muito se especula quando o horário de verão vai voltar.

A iniciativa consistia em adiantar os relógios em uma hora nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e o Distrito Federal, com o objetivo de diminuir o consumo de energia elétrica.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, o retorno do horário de verão seria inviável este ano. A pasta disse através de nota que "O Ministério de Minas e Energia tem estudado iniciativas que visam ao deslocamento do consumo de energia elétrica dos horários de maior consumo para os de menor, de forma a otimizar o uso dos recursos energéticos disponíveis no Sistema Interligado Nacional. Nesse sentido, a contribuição do horário de verão é limitada, tendo em vista que, nos últimos anos, houve mudanças no hábito de consumo de energia da população, deslocando o maior consumo diário de energia para o período diurno. No momento, não identificamos que a aplicação do horário de verão traga benefícios para redução da demanda”.

Em entrevista à Rádio ABC, o presidente chegou a dizer que o horário de verão poderia voltar se grande parte das pessoas quisessem. “Se comprovou, realmente, que não aumentava o consumo de energia, que era o ponto focal, principal, da existência do horário de verão. E até o momento, eu vejo que continua a maioria da população contrária ao horário de verão. Se a maioria mudar de posição, eu sigo a maioria”, disse ele.

*Com informações do UOL e TV Jornal

;