Câncer de mama

Saiba como surgiu o Outubro Rosa e qual a importância da campanha

A campanha de 2021 tem como foco a prevenção primária do câncer de mama

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 03/10/2021 às 12:20
NOTÍCIA Notícia
pixabay
Em 2020 foram mais de 2,3 milhões de casos de câncer de mama no mundo - FOTO: pixabay
Leitura:

É possível perceber que o mês fica rosa quando chega em outubro, mas sabe qual o motivo? Como objetivo de conscientização da mulher para a detecção precoce do câncer de mama, o movimento internacional ‘Outubro Rosa’ foi criado no início de 1990 e tem o laço cor de rosa como símbolo.

Esse tipo de câncer é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células anormais da mama, que forma um tumor com potencial de invadir outros órgãos.

Para ajudar a diminuir a incidência da mortalidade do câncer de mama, as ações do mês de outubro trazem informações e alertam as mulheres da necessidade de frequentar o médico, fazer a mamografia e sempre executar o autoexame das mamas.

Surgimento

O assunto só começou a ter destaque nos anos 90, nos Estados Unidos, com alguns estados fazendo campanhas isoladas sobre o tema. Apenas quando o Congresso Americano aprovou a campanha, que Outubro foi reconhecido nacionalmente como o mês da prevenção do câncer de mama.

O laço só começou quando foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, na distribuição aos participantes da primeira Corrida pela Cura, em Nova York e desde então é promovida anualmente.

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Outubro rosa - FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

Dados

Uma das doenças que mais atacam as mulheres é o câncer de mama. Em 2020, mais de 2,3 milhões de mulheres no mundo descobriram que estavam com a doença. No Brasil são cerca de 24,5% de todos os tipos de neoplasias diagnosticadas. E se estimam mais de 66 mil novos casos para 2021. Como é o câncer que mais mata, foram registrados 18.068 mortes de brasileiras em 2019.

Causas

Não existe apenas uma causa para a doença, são vários fatores de risco para que ela aconteça, como: Obesidade e sobrepeso, história familiar de câncer de ovário, primeira menstruação antes de 12 anos, uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona), entre outros. Mas atenção, a presença de um ou mais desses fatores de risco não significa que a mulher terá necessariamente a doença.

Detecção precoce

Uma dos grandes objetivos da campanha é o auto exame para uma detecção precoce do câncer. Pois se descoberto em fases iniciais, na maioria dos casos, é possível tratamentos menos agressivos e maior chance de sucesso. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres.

É recomendado pelo Ministério da Saúde que a mamografia de rastreamento seja ofertada para mulheres entre 50 e 69 anos, a cada dois anos. No exame é possível identificar alterações suspeitas de câncer antes do surgimento dos sintomas, ou seja, antes que seja palpada qualquer alteração nas mamas.

NE10
O auto exame é importante para uma detecção precoce - NE10

O SUS oferece exame de mamografia para todas as idades, conforme indicação médica.

O Ministério da Saúde, junto com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) oferecem uma cartilha sobre o câncer de mama que pode oferecer diversas informações, que você pode encontrar clicando aqui.

*Com informações do INCA

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Outubro rosa - FOTO:FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
NE10
O auto exame é importante para uma detecção precoce - FOTO:NE10

Comentários

Mais Lidas