tecnologia

Por que o WhatsApp caiu? Entenda o que provocou o 'apagão' das redes sociais

Além do WhatsApp, Facebook e Instagram registraram instabilidade por mais de seis horas em todo o mundo.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 05/10/2021 às 8:16
NOTÍCIA Notícia
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Whatsapp, Facebook e Instagram passaram mais de seis horas fora do ar - FOTO: FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Leitura:

Os aplicativos WhatsApp, Facebook e Instagram ficaram fora do ar por aproximadamente seis horas na última segunda-feira (4). A "queda" das redes sociais fez com que os internautas migrassem para outras plataformas, como Twitter e Telegram, que também acabaram apresentando algumas instabilidades no decorrer do dia. 

..

Através do Twitter, o Facebook, que também é dono do WhatsApp e Instagram, confirmou que o problema estava sendo registrado no mundo todo, mas não deu detalhes sobre a falha. "Estamos trabalhando para voltar ao normal o mais rápido possível e pedimos desculpas por qualquer inconveniente", disse a empresa.

As falhas nos serviços das plataformas gerenciadas pelo Facebook não são inéditas. Só em 2021, os aplicativos apresentaram instabilidade em março, junho e setembro. No entanto, das últimas vezes, as redes sociais voltaram a funcionar normalmente após cerca de duas horas. Na "queda" registrada na segunda-feira, foram quase sete horas sem retorno.

Por que ocorreu a falha?

De acordo com Dane Knecht, vice-presidente da empresa de servidores Cloudflare, o motivo da queda global do Facebook e suas aplicações tem a ver com o DNS e que "as rotas BGP" da empresa "foram retiradas da internet".

O DNS, que significa Domain Name System ou Sistema de Nomes de Domínios é uma espécie de computador com banco de dados. Ele é responsável por relacionar o endereço "nominal" (como ne10interior.com.br, por exemplo) com o endereço real (número de IP, de Internet Protocol). Quando ocorre a falha no DNS, significa que o endereço IP fica fora do alcance.

O BGP, que significa Border Gateway Protocol ou Protocolo de Portão de Fronteira, é como se fosse um GPS que mostra qual a rota que os dados devem trafegar para chegar ao destino escolhido. Com o BGP fora do ar, que é o que parece ser o caso do Facebook, a plataforma fica "sem direção". Dessa forma, não é possível montar o caminho entre o usuário e o serviço que ele quer acessar.

A pane afetou até mesmo os funcionários do Facebook. Foi o que disse o jornalista especialista em segurança digital, Brian Krebs, em um tweet: "Confirmado: os registros DNS que informam aos sistemas como encontrar Facebook.com ou Instagram.com foram retirados esta manhã das tabelas de roteamento global. Você consegue se imaginar trabalhando no FB agora, quando seu email não funciona mais e todas as suas ferramentas internas baseadas no FB falham?", escreveu.

A repórter do jornal norte-americano The New York Times, Sheera Frenkel, confirmou que havia um certo "caos" na empresa. "Acabei de falar ao telefone com alguém que trabalha para o FB que descreveu funcionários sem conseguir entrar nos prédios esta manhã para avaliar a extensão da pane porque seus crachás não funcionavam para abrir as portas", disse no Twitter.

*Com informações do UOL

Comentários

Mais Lidas