Animal peçonhento

Jovem é picada por lacraia na boca enquanto dormia

Nataly contou que o animal era do tamanho do celular dela

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 13/10/2021 às 17:45
NOTÍCIA Notícia
Arquivo Pessoal/Nataly Galdino
Nataly estava dormindo na sua casa quando sentiu algo picando o lábio superior - FOTO: Arquivo Pessoal/Nataly Galdino
Leitura:

Uma jovem de 21 anos, que mora em São Vicente, em São Paulo, foi picada por uma lacraia na boca enquanto dormia. A universitária precisou ir para uma urgência médica pois não sabia os efeitos que o acidente poderia lhe causar.

A estagiária Nataly Galdino estava dormindo na sua casa quando na madrugada de sábado sentiu algo picando o lábio superior. Ela contou ao UOL que levantou após tentar arrancar o que estava em seu lábio e foi quando viu a lacraia nas cobertas.

Ao olhar no espelho viu o estado que ficou sua boca: “"Olhei no espelho e vi que a minha boca estava inchada, me assustei, a dor era horrível. Gritei para chamar meus pais e meu pai veio correndo e conseguiu pegar a lacraia e colocar num vidro. Ela era enorme, do tamanho do meu celular" disse Nataly.

O pai da jovem se assustou com a cena e a levou rapidamente para a Unidade de Pronto Atendimento da Zona Noroeste em Santos, que foi logo atendida. Sentindo sua garganta fechar e inchar, Nataly já não conseguia respirar normalmente.

Atendida rapidamente, o médico explicou que o veneno da lacraia não é tóxico o suficiente para causar algum mal pior ou morte de uma pessoa, apenas dor e inchaço.

Após ser medicada e ficar em observação, a estagiária ficou em observação e teve a ideia de fazer uma foto para publicar nas redes sociais e alertar os moradores da região para tomar cuidado com os animais peçonhentos.

Prevenção

De acordo com o Ministério da Saúde, o risco de acidentes com animais peçonhentos pode ser reduzido tomando algumas medidas gerais e bastante simples para prevenção, como:

  • usar calçados e luvas nas atividades rurais e de jardinagem;
  • examinar calçados, roupas pessoais, de cama e banho, antes de usá-las;
  • afastar camas das paredes e evitar pendurar roupas fora de armários;
  • não acumular entulhos e materiais de construção;
  • limpar regularmente móveis, cortinas, quadros, cantos de parede;
  • vedar frestas e buracos em paredes, assoalhos, forros e rodapés;
  • utilizar telas, vedantes ou sacos de areia em portas, janelas e ralos;
  • manter limpos os locais próximos das casas, jardins, quintais, paióis e celeiros;
  • evitar plantas tipo trepadeiras e bananeiras junto às casas e manter a grama sempre cortada;
  • limpar terrenos baldios, pelo menos na faixa de um a dois metros junto ao muro ou cercas.

Comentários

Mais Lidas