Segurança

Lojas, distribuidora de bebidas e até funerária; Onda de assaltos preocupa moradores de Garanhuns

Na manhã do último sábado (16), atendentes de uma loja de embalagens foram abordadas homens armados

Lyllyan Belo
Lyllyan Belo
Publicado em 18/10/2021 às 15:05
NOTÍCIA Notícia
Reprodução
Grupo de estudantes foi abordados por homens armados no bairro Boa Vista - FOTO: Reprodução
Leitura:

Moradores e comerciantes de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, estão sofrendo ondas de roubos e assaltos na cidade. Na manhã do último sábado (16), uma loja de embalagens foi assaltada por homens armados que obrigaram as atendentes a entregar celulares e dinheiro. No mesmo horário, a esposa do proprietário de uma casa de rações foi surpreendida por um homem armado, que fingiu querer comprar comida para passarinho. A mulher teve o celular e o dinheiro do caixa levados.

Ainda no sábado, uma distribuidora de bebidas foi furtada e os suspeitos levaram dois notebooks e um monitor. Uma funerária da cidade também foi alvo dos criminosos, com um prejuízo de 7 mil reais.

Situações como essa têm sido frequentes na cidade. Imagens flagraram um grupo de estudantes sendo abordados por homens armados no bairro Boa Vista e tiveram os pertences roubados.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que os casos foram registrados e estão sob investigação.

Confira a nota na íntegra

A Polícia Militar informa que o comandante do 9º Batalhão recebeu a demanda e que o Policiamento ostensivo foi reforçado e direcionado para localidades de maior incidência, com intensificação também no turno da manhã. Há atuações desencadeadas por trios de motopatrulheiros e equipes do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI).

O serviço de inteligência, está constantemente atualizando e alimentando as equipes ostensivas lançadas no terreno sobre possíveis imputados e setores sensíveis às práticas delituosas.

A cidade de Garanhuns está contemplada com sequenciadas operações integradas com as forças da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Lei Seca, DETRAN, Vigilância Sanitária, Conselho Tutelar entre outras forças amigas, além da Operação Escola. Todas as ações conjuntas estão sendo realizadas para coibir as incidências de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) e Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP).

É válido ressaltar que a cidade de Garanhuns vem registrando neste ano de 2021 redução nos números de CVP e CVLI. No acumulado do ano o indicador CVP vem com redução de 21% em números relativos que significam quase 100 registros de CVP a menos que no ano de 2020. No CVLI Garanhuns registra 42% de redução, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Veja a reportagem completa

 

Comentários

Mais Lidas