Economia

Forma de fazer Pix passa por alterações; saiba o que muda

As mudanças começam a partir desta sexta (29)

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 27/10/2021 às 19:37
Notícia
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Novo sistema de pagamentos, PIX - FOTO: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Leitura:

Pode ser mais fácil a forma de fazer Pix, através de aplicativos terceiros, a partir desta sexta-feira (29). O Banco Central começará a terceira fase do Open Banking e irá permitir que os iniciadores de pagamentos possam atuar diretamente com os pagamentos instantâneos. Assim, mudando a forma de utilizar a ferramenta Pix.

..

De acordo com o Banco Central, após a atualização, será mais rápido fazer um Pix, pois passará de sete passos para três, incluindo o mecanismo financeiro tecnológico para efetuar pagamentos.

A maior vantagem será conseguir fazer o pagamento sem precisar abrir o aplicativo do banco. Os iniciadores de pagamento poderão atuar diretamente com pagamentos instantâneos.

Como um pedido feito no aplicativo de entrega iFood, que antes para pagar no formato de Pix, é necessário receber a chave Pix, um código ou QR Code e precisa sair da tela e acessar a conta bancária e realizar a transação com os dados.

Nesta terceira fase do Open Banking, a transação poderá ser feita no próprio aplicativo apenas com a autorização do usuário. Para garantir a segurança, a permissão do pagamento continua sendo feita na instituição na qual ele tem conta. Mas quem preferir seguir do modo antigo, abrindo o aplicativo do banco, poderá continuar de tal modo.

O iniciador de transação de pagamento, pode iniciar a transação, mas não pode gerenciar ou obter os fundos de transações iniciadas.

Open Banking

Na tradução literal, significa “banco aberto” ou “sistema bancário aberto”. O Open Banking é um sistema que permite que o cliente de um banco, tenha a liberdade de pegar seu histórico financeiro e escolher quais instituições podem ter acesso a esses dados. A portabilidade dos dados de maneira facilitada.

A terceira fase, que começa neste dia 29 de outubro, é a iniciação de transações de Pix por iniciadores de transação de pagamento, com a entrada gradual dos demais arranjos de pagamento.

A quarta e última fase está prevista para dezembro, onde começa a valer para outros produtos e serviços, como informações de operação de câmbio, seguros, previdência e investimentos.

Comentários

Mais Lidas