Famosos

Vídeo: Alec Baldwin dá primeira entrevista após morte acidental de Halyna Hutchins

Os paparazzis encurralaram o ator que falou sobre o assunto e pediu para parar de ser seguido pois seus filhos estão assustados

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 31/10/2021 às 10:42
Notícia
Reprodução/Youtube
O ator lamentou mais uma vez sobre o evento e reforçou que não poderia falar sobre as investigações. - FOTO: Reprodução/Youtube
Leitura:

Após a morte acidental de Halyna Hutchins, no dia 21 de outubro, Alec Baldwin vem sendo perseguido por paparazzis e no fim de semana, o ator e a esposa, Hillaria, foram emboscados e pararam o carro em uma rodovia para falar sobre o caso e conseguir seguir.

No começo da entrevista é possível ver o quanto o ator está abalado e pergunta aos profissionais “O que querem saber?”. O primeiro questiona sobre o andamento das investigações: "Eu não estou autorizado a fazer nenhum comentário, porque a investigação ainda está acontecendo. Eu fui orientado pelo xerife do departamento a não responder a nenhuma pergunta sobre a investigação em que uma mulher morreu. Ela era minha amiga” e acrescentou que quando chegou na cidade onde o filme estava sendo gravado, ele a levou para jantar.

O ator lamentou mais uma vez sobre o evento e reforçou que não poderia falar sobre as investigações. Depois foi questionado se aconteceu algum encontro com os familiares e Alec confirmou que esteve com o filho e marido da diretora e apesar da esposa tentar encerrar a entrevista confirmou que está em contato e prestando toda assistência possível. “Eu não sei como categorizar isso. O cara está dominado pela dor. Ocorrem acidentes em sets de filmagem de tempos em tempos, mas nada parecido com isso. Este é um episódio em um trilhão”, afirmou.

Ainda falou que está interessado em tentar limitar o uso de armas de fogo em sets de filmagem “Mas lembre-se, algo que considero importante é quantas balas foram disparadas em filmes e programas de TV nos últimos 75 anos? Esta é a América. Quantas balas foram disparadas, quase todas sem incidentes”., concluiu informando que depois desse acontecimento trágico as coisas não podem continuar como antes, se precisa pensar em termos de segurança das pessoas em sets de filmagem e que vai ajudar com isso da maneira que puder.

E finalizou pedindo aos paparazzi para pararem com as perseguições. Pois estão sempre com os filhos e que as crianças ficam chorando quando percebem que o carro está sendo seguido.

Assista:

Comentários

Mais Lidas