Política

Liminar que impedia investigação sobre facada de Bolsonaro é derrubada pelo TRF-1

Decisão permite quebra de sigilo bancário do advogado do autor do atentado

Lyllyan Belo
Lyllyan Belo
Publicado em 03/11/2021 às 20:07
Notícia
DIVULGAÇÃO/2° BPM
Adélio Bispo esfaqueou Bolsonaro em setembro de 2018 - FOTO: DIVULGAÇÃO/2° BPM
Leitura:

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) divulgou nesta quarta-feira (3) que derrubou a liminar que impedia a investigação sobre o atentado à faca sofrido pelo presidente Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018.

Na sessão, desembargadores do TRF-1 também derrubaram a quebra do sigilo bancário de Zanone Manuel de Oliveira Júnior, advogado de defesa de Adélio Bispo de Oliveira, autor da facada.

A decisão também permite que as imagens de câmeras de segurança do hotel frequentado pelo advogado possam ser analisadas, além de documentos, como livros-caixa e comprovantes de pagamento de honorários e de telefone dele.

De acordo com a Veja, o inquérito já foi concluído duas vezes pela Polícia Federal, onde dizia que Adélio agiu por conta própria, mas Bolsonaro e seus apoiadores alegam que o caso deveria ser apurado, pois o autor do atentado não teria recursos financeiros para contratar o advogado.


Comentários

Mais Lidas