Imunização

Câmara do Rio demitirá funcionários que não se vacinarem contra covid

A resolução começou a valer nesta quarta (10)

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 12/11/2021 às 18:02
Notícia
Foto: Kristine Wook do Unsplash
Imagem meramente ilustrativa - FOTO: Foto: Kristine Wook do Unsplash
Leitura:

Foi publicado na última quarta (10) no Diário Oficial da Câmara Municipal do Rio que agora poderá demitir os funcionários que se recusarem a tomar o imunizante contra a Covid-19.

A determinação consta que a primeira medida será uma suspensão de 30 dias do servidor que se recusar a tomar a vacina sem uma justificativa prévia. Caso o funcionário insista em seguir sem tomar o imunizante, ele pode ser demitido.

São 2.155 funcionários na Câmara de Vereadores. Os que são servidores precisam passar por um processo administrativo e os que são comissionados podem perder o emprego imediatamente.

Relevância

A Mesa Diretora da Câmara disse que considerou a relevância para a segurança pública da vacinação contra a Covid-19. A intenção é reduzir o risco do contágio e os efeitos da doença.

A Procuradoria-Geral da Câmara Municipal já havia feito uma recomendação sobre a vacinação.

Máscara

No Diário Oficial do Rio de Janeiro, que foi publicado nesta quinta (12), o prefeito, Eduardo Paes (PSD-RJ) editou o decreto que mantém a obrigatoriedade do uso de máscara em ambientes fechados e transportes públicos.

Comentários

Mais Lidas