Bancos

Apesar de popularidade no país, Pix ainda perde para TED e cartões

Dados foram divulgados pelo Banco Central

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 17/11/2021 às 9:49
Notícia
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Novo sistema de pagamentos, PIX - FOTO: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Leitura:

Apesar da popularidade do Pix no país, o sistema de pagamentos instantâneos ainda perde para Transferência Eletrônica Disponível (TED) e cartões. De acordo com dados do Banco Central, o Pix já é mais utilizado que outras ferramentas de transferência, como o Documento de Crédito (DOC) e a TED, mas, levando em consideração o volume de transações em reais, o Pix ainda perde para a TED.

..

Considerando o número de transações, o Pix também perde para os cartões de débito e crédito.

Movimentação em Setembro segundo BC

TED: R$ 3,09 trilhões
Pix: R$ 554,4 bilhões
Boleto: R$ 420,8 bilhões
Outros: R$ 58,9 bilhões

Segundo a assessora do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro (Decem) do Banco Central, Mayara Trindade Yano, o Pix foi muito adotado por pessoas físicas, porém muitas empresas ainda dão preferência ao TED.

Os pagamentos com cartões ainda são a maioria, porém o Pix movimenta um volume em reais superior. De acordo com o BC, os brasileiros preferem pagar a conta de um restaurante com cartão ao invés de usar o Pix, por exemplo.

Mecanismo de devolução de valores e outras funcionalidades do Pix entram em vigor nesta terça

Quantidade de transações por instrumento

Dados são relacionados ao segundo trimestre de 2021.

Cartão de débito: 3,12 bilhões
Cartão de crédito: 3,07 bilhões
Boleto e convênio bancário: 2,21 bilhões
Pix: 1,89 bilhões
Débito direto (automático): 1,64 bilhão
Cartão pré-pago: 1,26 bilhão
Saques: 917,5 milhões

*Com informações da UOL

Comentários

Mais Lidas