Arte

Obra de Frida Kahlo com rosto de Diego Rivera é vendida por US$ 34,9 milhões e marca novo recorde para a artista

Especialistas indicam que representação de artista como terceiro olho simboliza o quanto ele atormentava seus pensamentos

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 17/11/2021 às 11:56
Notícia
Foto: ANGELA WEISS / AFP
Autorretrato "Diego y yo" de Frida Kahlo - FOTO: Foto: ANGELA WEISS / AFP
Leitura:

Nessa terça-feira (16), o autorretrato "Diego y yo" de Frida Kahlo, estabeleceu um recorde absoluto para um artista latino, ao ser vendido por US$ 34,9 milhões (cerca de R$ 192 milhões) em um leilão da Sotheby's, em Nova York.

Pintado em 1949, o quadro pertencia a uma coleção privada da artista e tem a dedicatória "para Florence e Sam com o carinho de Frida".

O comprador foi o colecionador argentino Eduardo Costantini, fundador do Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires (MALBA). A tela irá, no entanto, para sua coleção particular.
Até então, o recorde em um leilão para uma obra de Kahlo era de US$ 8 milhões, por uma obra vendida em 2016.

A obra

Na pintura, o rosto de Rivera aparece na testa de Frida, acima de suas sobrancelhas características e de seus olhos escuros, dos quais caem algumas lágrimas.

A representação de Rivera como um terceiro olho simboliza o quanto atormentava seus pensamentos, dizem os especialistas em arte.

Kahlo e Rivera se casaram duas vezes. Ela faleceu em 1954, aos 47 anos.

Comentários

Mais Lidas