política

Thammy Miranda anuncia saída do PL após filiação de Bolsonaro ao partido

O vereador eleito em São Paulo disse que ele e a família já receberam ameaças do presidente

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 01/12/2021 às 9:31
Notícia
INSTAGRAM/REPRODUÇÃO
SÃO PAULO Thammy Miranda foi o nono mais votado para a Câmara Municipal, com 43.321 votos - FOTO: INSTAGRAM/REPRODUÇÃO
Leitura:

O vereador de São Paulo, Thammy Miranda, primeiro homem transexual eleito na capital paulista, anunciou que deixará o PL após a filiação do presidente Jair Bolsonaro ao partido. Segundo Thammy, ele e sua família já sofreram ameaças por parte do chefe do Executivo e seus filhos.

..

“Com a ida do presidente para o Partido Liberal, do qual faço parte, estou dando entrada na minha desfiliação. Eu vou sair do partido. A gente tem ideias diferentes, além de que já sofri ataques pessoais de membros da família do presidente, inclusive contra o meu filho, quando ainda era recém-nascido”, explicou.

Na terça-feira (30), em vídeo publicado nas redes sociais, Thammy contou da decisão e disse que não entrou na política em busca de conflitos.

“Eu não entrei para lutar contra políticos, e sim para lutar pela nossa gente. O meu foco é trabalho, representar as pessoas, principalmente as que não eram enxergadas por ninguém. Vou seguir fazendo meu trabalho, sem me preocupar com o partido”, afirmou.

Veja a publicação:

Comentários

Mais Lidas