luto

Estudante morto em excursão escolar pediu passeio de presente de aniversário, diz mãe

O corpo de Daniel foi encontrado a 3 metros de profundidade numa cachoeira

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 07/12/2021 às 15:26
Notícia
Foto: Arquivo Pessoal
Daniel Hiarle Arruda de Oliveira, de 14 anos, que morreu durante uma excursão escolar nesta segunda-feira (6) - FOTO: Foto: Arquivo Pessoal
Leitura:

A mãe de Daniel Hiarle Arruda de Oliveira, de 14 anos, que morreu durante uma excursão escolar nesta segunda-feira (6), disse que o filho tinha pedido para ir ao passeio no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães (MT) como um presente de aniversário. Além dele, outros dois alunos desapareceram na ocasião, mas foram encontrados em uma trilha.

..

A ausência dos três estudantes só foi notada na hora de ir embora, quando o grupo estava no ônibus. O corpo de Daniel, que cursava o 2º ano do ensino médio, foi encontrado a 3 metros de profundidade, depois de 5 horas de busca.

“No dia 1º foi aniversário dele. Ele falou: 'mãe, só me dá o passeio’. Aí eu falei: 'ah Daniel, você só pede coisa difícil’, mas daí eu assinei o papel e o meu marido deu o dinheiro para ele ir", contou Joceli Mara Rodrigues de Oliveira.

A mãe afirma que a escola informou que o filho dela estava desaparecido, mas ela acredita que a direção já sabia que ele já tinha morrido afogado e só não quis contar.

“Por que ela [representante da escola] não me falou a verdade? Ela mentiu. Se ela tivesse falado ‘olha mãe, aconteceu isso, mas a gente já está tomando as providências’. Ela falou que ele tinha sumido, não que tinha morrido ali afogado”, afirmou Joceli.

Daniel foi encontrado morto pelo Corpo de Bombeiros na Cachoeira da Prainha, um dos pontos de parada do Circuito das Cachoeiras.

A mãe se diz arrependida por ter deixado o filho ir ao passeio.

"Ele era só uma criança. Se arrependimento matasse, eu estaria morta primeiro do que ele, porque eu não ia deixá-lo ir. Eu não ia deixar. Ele saiu de casa andando e agora vai voltar em um caixão”, declarou.

 

*Com informações do G1

Comentários

Mais Lidas