vírus

Flurona: saiba quais os sintomas da infecção dupla pelo vírus da gripe e da Covid

Os efeitos das duas doenças são semelhantes, com casos assintomáticos à insuficiência respiratória

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 04/01/2022 às 10:23
Notícia
Janaína Pepeu/Prefeitura de Caruaru
Vacinação contra a Covid-19 em Caruaru - FOTO: Janaína Pepeu/Prefeitura de Caruaru
Leitura:

A pandemia de Covid-19 e o novo surto de H3N2, um subtipo do vírus Influenza A, tem gerado preocupação as autoridades de saúde. Devido aos sintomas semelhantes, a identificação dos casos das doenças respiratórias se torna difícil. A nova combinação dos vírus está sendo chamada de “Flurona”.

De acordo com a Agência Brasil, os casos foram detectados pela primeira vez nos Estados Unidos. A infectologista Ana Helena Germoglio explicou que os efeitos das duas doenças são semelhantes, com casos assintomáticos à insuficiência respiratória.

..

“As pessoas devem fazer a testagem ao sentir febre, dor no corpo e coriza. O tratamento deve ser feito após os testes. Não é possível fazer o diagnóstico baseado apenas nos sintomas relatados, alerta Germoglio.

A médica orienta que a forma de prevenção é a mesma para as duas doenças, com vacinas, uso de máscaras e evitar compartilhar copos e talheres. A infectologista alerta ainda que os sintomas de influenza/gripe são mais intensos nas primeiras 48/72 horas, já na Covid, os sintomas ficam mais intensos após o quinto dia de infecção.

Saiba a diferença dos sintomas da gripe e da infecção pelo novo coronavírus:

Sintomas da gripe

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os sintomas clássicos da gripe sazonal são febre súbita, tosse, dor de cabeça, dores musculares e articulares, mal-estar, dor de garganta e coriza.

No caso do H3N2, os sintomas são os mesmos, com o potencial de causar casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em idosos e imunocomprometidos.

Sintomas da Covid-19

No início da pandemia, a OMS divulgou que os infectados apresentavam sintomas como febre, tosse seca, cansaço e perda do paladar ou do olfato.

Com a variante delta, os sintomas sofreram mudanças e passaram a ser febre, tosse persistente, coriza, espirros e dor de cabeça e garganta. A perda de paladar e de olfato deixou de ser relatada.

Já as infecções pela variante Ômicron, apresentavam sintomas como dores pelo corpo, dor de cabeça, dor de garganta e, sobretudo, um cansaço extremo.

Comentários

Mais Lidas