Previsões

Cientistas dizem que estamos a 100 segundos do apocalipse; entenda

"Relógio do juízo final" foi criado em 1947

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 27/01/2022 às 10:47
Notícia
Reprodução/NASA
Cientistas dizem que estamos a 100 segundos do fim do mundo - FOTO: Reprodução/NASA
Leitura:

Nesta quinta-feira (27), o Doomsday Clock (relógio do juízo final, em português) divulgou uma previsão que revela que faltam apenas 100 segundos para o fim do mundo. A previsão consta no Boletim dos Cientistas Atômicos.

..

O relógio do juízo final foi criado em 1947 por Albert Einstein e pesquisadores do Projeto Manhattan. A ideia é tentar prever quanto tempo falta para o apocalipse.

Essa seria a pior marca já registrada. O número ainda é o mesmo de dois anos atrás, mas a realidade atual que inclui a pandemia da covid-19 preocupa cientistas.

“Estamos presos em um momento perigoso – que não traz estabilidade nem segurança”, disse a professora da Universidade George Washington Sharon Squassoni, co-presidente do Conselho de Ciência e Segurança do Boletim dos Cientistas Atômicos.

“[É um alerta ao] público sobre o quão perto estamos de destruir nosso mundo com tecnologias perigosas de nossa própria autoria. É uma metáfora, um lembrete dos perigos que devemos enfrentar se quisermos sobreviver no planeta”, explicou o ex-diretor executivo do Boletim, Kennette Benedict.

Para tentar evitar que o mundo acabe, cientistas publicaram no boletim algumas coisas que podem ajudar a humanidade a continuar existindo. “Nossa decisão de manter o Relógio do Juízo Final em 100 segundos para a meia-noite é um aviso claro para o mundo: precisamos nos afastar da porta da perdição”, destaca os cientistas.

*Com informações do Metrópoles e JC

Comentários


Mais Lidas