golpe

Apresentadora da TV Jornal tem redes sociais hackeadas e bandidos tentam aplicar golpe em seguidores

Nas contas de Marcela Calado, os suspeitos anunciaram vendas de produtos e chegaram a receber pagamentos utilizando os dados da apresentadora

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 28/01/2022 às 9:42
Notícia
Reprodução/TV Jornal
Apresentadora Marcela Calado, do Cotidiano, na TV Jornal Interior - FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Na última quinta-feira (27), a apresentadora Marcela Calado, da TV Jornal Interior, teve as contas nas redes sociais invadidas por hackers. Os suspeitos clonaram o chip telefônico, tiveram acesso ao WhatsApp da apresentadora e fingiam ser Marcela para vender produtos no Instagram.

..

Tudo aconteceu momentos depois que Marcela deixou a TV Jornal Interior, por volta do meio-dia, após as gravações do programa Cotidiano. No intervalo de tempo do percurso entre a emissora e o cabelereiro, as contas foram invadidas. Marcela contou que, a princípio, não notou que havia algo de errado, porque a linha telefônica do celular estava apenas "sem serviço".

Depois de algum tempo, a apresentadora percebeu que, mesmo utilizando a wi-fi, estava sem acesso às contas do WhatsApp e Instagram. A essa altura, os suspeitos já haviam publicado fotos de eletrodomésticos, móveis e eletrônicos no Instagram de Marcela e negociavam com seguidores dela aplicando golpes e utilizando uma chave pix com os dados da jornalista.

"Eu entrei em pânico na hora, porque a gente pensa logo nas pessoas", disse Marcela. "O bandido abriu uma conta no banco usando o meu CPF e achave pix era o meu e-mail. Foi quando eu fiquei mais desesperada ainda", relatou. Marcela contou que a primeira medida tomada foi realizar um boletim de ocorrência.

A apresentadora relatou que, após investigar o que havia ocorrido, descobriu que os suspeitos haviam conseguido os dados dela e entrado em contato com a operadora telefônica, solicitando um novo chip. Foi assim que eles conseguiram invadir as contas nas redes sociais a partir de outros dispositivos.

Como se proteger de golpes nas redes sociais?

A principal recomendação é o uso da autenticação em dois fatores em todas as redes sociais e aplicativos de mensagens. No entanto, o mais recomendado é que seja utilizado um aplicativo gerador de código de acesso às contas, e não dados pessoais como contato telefônico, e-mail ou CPF. Feito isso, a pessoa que tenta hackear precisará de uma segunda confirmação para ter acesso à conta da plataforma.

Outra dica é evitar comprar qualquer tipo de produto que seja anunciado diretamente pelo aplicativo ou rede social, buscando sempre fazer as compras em sites de confiança, porque os produtos oferecidos nessas redes podem ser contrabandeados ou simplesmente não existirem.

Sofri um golpe, e agora?

As plataformas que hospedam as redes sociais oferecem mecanismos de assistência a usuários que foram vítimas de golpes. É importante ressaltar ainda a importância de prestar um boletim de ocorrência caso alguma das situações ocorra com você. Confira as dicas do site Aos Fatos:

Facebook: Caso os dados de login tenham sido roubados, o primeiro passo é alterar a senha de acesso à rede social. Se você utiliza a mesma senha para contas em outros sites, também será necessário alterá-las. Além disso, o Facebook tem uma página específica voltada à recuperação de perfis hackeados. Acesse-a e siga as instruções indicadas. 

Instagram: De maneira similar, o Instagram envia uma mensagem ao e-mail ou telefone do usuário caso seja feita alguma alteração cadastral. Caso queira revertê-la, basta seguir as instruções fornecidas na mensagem. Também é possível confirmar que é o proprietário da conta solicitando um link de login por email ou pelo celular. Para isso, basta procurar pela opção “Ajuda para entrar” (Android) ou “Esqueceu a senha” (iOS). Caso ainda não consiga acessar o perfil, denuncie a conta seguindo os procedimentos descritos na central de ajuda. 

WhatsApp: Caso a conta tenha sido invadida e você tenha sido automaticamente 'deslogado', o primeiro passo é entrar outra vez no aplicativo com o seu número de telefone e inserir o código de seis dígitos que receberá por SMS. Assim, o usuário que estiver usando sua conta será desconectado automaticamente.

Comentários


Mais Lidas