Internacional

Meteorito que veio de Marte pode trazer pistas de vida no planeta há bilhões de anos, diz estudo

Rocha foi encontrada em 2013 e está sendo analisada

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 04/02/2022 às 11:13
Notícia
Pixabay
Planeta Marte - FOTO: Pixabay
Leitura:

Pesquisadores estão estudando um meteorito que veio de Marte e preservou sinais de vida no planeta há bilhões de anos. A rocha foi encontrada em 2013 na África e pesa 320 gramas.

..

Em um artigo científico publicada na Science Advances, os estudiosos compartilharam novas informações sobre o material, que recebeu o nome de "Beleza Negra".

Os cientistas revelaram que encontraram a primeira evidência de danos causados por impactos no meteorito que teriam ocorrido em Marte e também quando caiu na Terra. As descobertas, segundo o artigo, podem ajudar a saber se existiram condições de desenvolvimento de vida no planeta.

Segundo o principal autor do estudo, Morgan Cox, esse meteorito é caracterizado como uma coleção de fragmentos de pedregulhos quebrados e minerais que se solidificara com o passar dos anos.

Ainda de acordo com o estudo, foi encontrado zircônio dentro do meteorito. Grãos do mineral foram analisados e foram identificados possíveis danos que só surgem durante impactos dessas rochas.

“O tipo de dano de choque identificado no zircônio marciano envolve geminação, e foi relatado de todos os locais de maior impacto na Terra, incluindo o do México que matou os dinossauros, bem como da Lua, mas nunca de Marte”, explicou Cox.

Para o cientista planetário e geólogo Aaron Cavosie, coautor do estudo, esses grãos trazem evidências de impactos que podem ter possibilitado a habitabilidade do planeta.

“Estudos anteriores de zircônio em meteoritos marcianos propuseram que condições adequadas à vida podem ter existido há 4,2 bilhões de anos com base na ausência de danos definitivos de choque”, contou.

*Com informações do site Olhar Digital

Comentários


Mais Lidas