Economia

Trabalhadores podem solicitar saque de até R$ 6.220 do FGTS; saiba quem tem direito e como fazer pedido

Benefício foi liberado para moradores de algumas localidades

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 18/02/2022 às 8:12
Notícia
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Veja quem pode sacar o FGTS 2022 - FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

O saque de até R$ 6.220 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) 2022 já pode ser solicitado por um grupo de trabalhadores a partir dessa quinta-feira (17). O benefício por calamidade foi liberado para trabalhadores de Teolândia (BA), Juatuba (MG) e Nova Lima (MG).

..

Também terão direito a esse saque os moradores de outros 44 municípios de Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro, que foram atingidos por fortes chuvas.

Caixa passará a permitir até 5 saques de FGTS a partir deste ano; veja quem tem direito

Os municípios da Bahia liberados para o saque do FGTS são: Canavieiras, Coaraci, Eunápolis, Floresta Azul, Gandu, Ibicaraí, Ibicuí, Ilhéus, Itabela, Itabuna, Itajuípe, Itamaraju, Itapé, Itapetinga, Itapitanga, Itororó, Jaguaquara, Jequié, Jiquiriçá, Medeiros Neto, Mundo Novo, Prado, Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Teolândia, Ubaitaba, Vitória da Conquista e Wenceslau Guimarães.

Já em Minas Gerais, os municípios liberados foram Águas Formosas, Almenara, Dores do Indaiá, Governador Valadares, Igarapé, Itabirito, Juatuba, Machacalis, Mário Campos, Mateus Leme, Nova Lima, Poço Fundo, Rio Acima, Rio Manso, Sabará, Santo Antônio do Monte e São Joaquim de Bicas.

Para os moradores do Rio de Janeiro, o saque foi liberado para quem mora em Italva e Petrópolis.

Como solicitar o saque do FGTS

Para poder solicitar o saque, é preciso ter saldo positivo na conta do FGTS e não ter sacado pelo mesmo motivo em um período menor que 12 meses.

O trabalhador pode fazer a solicitação através do aplicativo FGTS, na opção 'Meus Saques'.

Os documentos solicitados, como foto do documento de identidade e comprovante de residência vão poder ser enviados através do app.

O trabalhador pode indicar uma conta da Caixa ou de outro banco para receber os valores.

Comentários


Mais Lidas