economia

PIS/Pasep, INSS e FGTS: saiba quais são as fontes de dinheiro esquecidos para receber em 2022

Conheça as maneiras de acessar recursos parados que não estavam no orçamento

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 21/02/2022 às 8:31
Notícia
Agência Brasil
Pagamentos do PIS/Pasep começam em 2022 - FOTO: Agência Brasil
Leitura:

Nesta semana, o Banco Central lançou um site para as pessoas descobrirem se têm valores “esquecidos” em bancos. São mais de 26 milhões de brasileiros com dinheiro a receber. No entanto, há outras maneiras de acessar quantias que não estavam no orçamento.

..

>> Banco Central libera consulta de "dinheiro esquecido" pelo brasileiro; Veja como acessar site:

FGTS

O trabalhador que possui três anos ou mais sem registro de emprego formal e possui saldo do FGTS pode fazer o saque do dinheiro este ano.

Para consultar se há valor a receber o beneficiário deve:

Baixar o aplicativo FGTS disponível para Android e iOS;

Entrar no aplicativo com login e senha cadastrados ou cadastre uma senha;

Caso haja saldo a receber será necessário aguardar o mês de aniversário, quando será permitido realizar o saque.

PIS/Pasep

Os trabalhadores que não retiraram o abono salarial do PIS/Pasep referente ao ano-base 2019 vão poder sacar o benefício neste ano.

Anteriormente, a pasta tinha prometido que seria possível sacar o dinheiro a partir de 8 de fevereiro. No entanto, a data para sacar o abono salarial do PIS/Pasep referente a 2019 mudou para 31 de março.

Para solicitar o dinheiro esquecido, é necessário comparecer em uma unidade de atendimento do PIS/Pasep de sua cidade e apresentar documento de identificação oficial com foto.

É necessário ter uma conta na Caixa Econômica Federal para quem irá receber o PIS ou no Banco do Brasil para quem for receber o Pasep.

Requisições do INSS

 

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que solicitaram a concessão ou revisão da aposentadoria podem ter direito de receber as Requisições de Pequeno Valor (RPVs). Os valores podem chegar até 60 salários mínimos (R$ 72,7 mil em 2022).

17023466

Comentários


Mais Lidas