PROPAGANDA ENGANOSA?

McPICANHA: 'Brasileiro está acostumado', diz McDonald's sobre lanche de picanha sem picanha

McDonald's e Burguer King deram explicações em carta enviada ao Senado Federal

Anderson Alves
Anderson Alves
Publicado em 13/05/2022 às 17:09 | Atualizado em 13/05/2022 às 17:14
Notícia
Reprodução/YouTube
Em carta enviada ao Senado, rede se defende de acusações envolvendo o 'McPicanha' - FOTO: Reprodução/YouTube
Leitura:

Em carta enviada ao Senado Federal na quinta-feira (12), representantes das redes McDonald's e Burger King se defenderam das acusações sobre a produção e composição de seus sanduiches.

A polêmica começou após as redes de fast-food terem as vendas de sanduíches proibidas por acusações de propaganda enganosa e falta de transparência, já que não continham o produto anunciado em seus nomes, o WHOPPER COSTELA - sem costela e o MCPICANHA - sem picanha.

Os produtos foram alvo de investigações do Ministério da Justiça e do Procon. 

MCDONALD'S E BURGUER KING SE DEFENDEM NO SENADO

Segundo a rede McDonalds, o brasileiro está acostumado a consumidor produtos que "sejam identificados por nomes que remetam ao sabor, ao aroma e a experiência que oferecem".

As duas redes alegaram deixar claro para o consumidor a composição do produto. O McDonald’s foi além e disse que brasileiros estão acostumados a comprar produtos que apenas remetem à "experiência". A informação é da Folha de São Paulo.

..

Divulgação/Burguer King
Whopper Costela da rede de fast-food Burguer King. - Divulgação/Burguer King

Como justificativa para o nome, o McDonald's disse que o molho utilizado adiciona o sabor da picanha ao hambúrguer.

Na carta, enviada ao Senado, a Arcos Dourados Comércio de Alimentos, responsável pelo McDonald’s no Brasil, lembra que suspendeu a venda do lanche logo após a polêmica.

Comentários

Mais Lidas