CICLONE YAKECAN

CICLONE YAKECAN: O que é? O que significa YAKECAN? Ventos podem chegar até 110 km/h; saiba mais sobre o CICLONE YAKECAN

Veja onde vai chegar o CICLONE YAKECAN.

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 17/05/2022 às 18:05 | Atualizado em 18/05/2022 às 13:29
TWITTER/INMET
O ciclone Yakecan já causou destruição por onde passou. Fenômeno pode virar furacão - FOTO: TWITTER/INMET
Leitura:

O Intituto Nacional de Meteorologia (Inmet) atualizou o aviso sobre condições climáticas expandindo a área atingida por um ciclone, que se formou em alto mar.

Trata-se do CICLONE YAKECAN.

Do extremo sul do Rio Grande do Sul ao extremo norte de Santa Catarina, moradores da região costeira devem se preparar para ventos de até 110 km/h.

A ventania pode chegar até o Rio de Janeiro com menos intensidade, de até 80 km/h. Tais condições também devem deixar o oceano revolto.

Em mar aberto, ondas de 3 a 6 metros de altura. Em todo o sul, as praias podem registrar ressaca com ondas de 2,5 a 5 metros. O alerta vale para até o dia 19 de maio.

Veja também: CICLONE YAKECAN: Pode atingir Brasil hoje (17/05)? Como se proteger de um ciclone? Veja últimas notícias ciclone

COMO SE FORMA O CICLONE?

O ciclone se forma quando ar quente e frio se chocam gerando alta pressão

Um ciclone acontece quando o ar quente e úmido sobe e encontra correntes frias de vento, formando chuva congelada e até neve.

O encontro também gera alta pressão. Por isso o que vemos são tempestades severas.

Dessa vez, o fenômeno foi batizado de Yakecan, palavra da língua tupi-guarani que significa "o som do céu".

A nomenclatura foi oficialmente estabelecida por meio do Aviso Especial nº 356/2022, da Marinha do Brasil.

Veja IMAGENS de SATÉLITE do ciclone YAKECAN

Mais Lidas