saúde

Pernambuco ultrapassa número de 100 crianças com infecções respiratórias em fila por leitos de hospitais públicos

Para a UTI, 80 crianças esperam um leito na rede pública do Estado. Outras 28 estão na fila por vaga em enfermaria

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 19/05/2022 às 10:21
Notícia
SES/DIVULGAÇÃO
Leitos de UTI pediátrica em Pernambuco - FOTO: SES/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Com um cenário de gravidade por doenças respiratórias que não ocorria desde 2009, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, reconheceu em coletiva de imprensa, nessa quarta-feira (18), que o Estado passa atualmente o pior momento na pediatria. Com a explosão de infecções respiratórias na infância, Pernambuco agora ultrapassa 100 crianças em fila por leitos em hospitais públicos.

..

Na atualização feita diariamente, o painel que apresenta os dados de leitos de síndrome respiratória aguda grave (srag) no Estado aponta que, das 80 crianças esperam um leito de terapia intensiva na rede pública do Estado. Entre elas, 76 aguardam uma vaga em UTI pediátrica e 4 em UTI neonatal. Além disso, Pernambuco começa a ter fila de espera para leitos de enfermaria na pediatria.

Visando oferecer assistência adequada às crianças com quadros respiratórios graves, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) anunciou o cronograma de abertura de novas vagas em hospitais públicos. Ao todo, devem ser abertas 80 leitos de UTI para crianças, o que deve quase dobrar a capacidade nas próximas duas semanas.

"Diversas vezes ressaltamos nossa preocupação com o período sazonal e, por isso, já vínhamos trabalhando para ampliar a oferta de leitos. Do ano passado para cá, mais que dobramos as vagas de UTI para este público na rede estadual, passando de 56 leitos na sazonalidade de 2021 para 116 atualmente", disse André Longo.

A alta na demanda por internações envolvendo crianças e o aumento no fluxo de atendimentos pediátricos têm relação direta com a maior exposição das crianças aos diversos vírus.

Comentários

Mais Lidas