transporte público

METRÔ DO RECIFE VAI PARAR NESTA SEXTA-FEIRA (20)? Confira decisão dos metroviários em assembleia

Metroviários realizaram assembleia na Estação Recife para decidir paralisação

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 19/05/2022 às 23:56 | Atualizado em 20/05/2022 às 0:10
Notícia
Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Metroviários realizaram assembleia na Estação Recife para decidir paralisação - FOTO: Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Leitura:

Após realizar assembleia na noite desta quinta-feira (19), os metroviários votaram favoráveis pela manutenção do estado de greve.

A categoria se reuniu na Estação Recife e voltará a se encontrar na próxima quinta (26) para, em uma nova assembleia, decidir se haverá paralisação geral do Metrô do Recife ou não.

O movimento dos metroviários é uma reação contrária à concessão pública do metrô da cidade, que já foi definida pelo governo de Pernambuco e o governo federal.

“Iremos fazer um grande movimento na sede da CBTU. Temos conversas com senadores e líderes e também estamos articulando audiência pública no Congresso. Precisamos também conversar com o governador sobre essa proposta ( de privatização)" disse o presidente do SindMetro, Luiz Soares. 

"O governo federal precisa se comprometer com investimento e custeio do sistema, além da tarifa social. A população está necessitada de um metrô de qualidade", continuou.

O metrô vai parar nesta sexta-feira (19)?

De acordo com Luiz Soares, até a próxima assembleia, a operação do Metrô do Recife segue normal.

"A partir das 5h até as 23h. A categoria acha que precisa ser responsável com a população. O que a gente quer é que o metrô funcione com qualidade", explicou.

Uma das principais contestações dos metroviários é com relação ao sucateamento do metrô, que não teria verba para a manutenção e modernização dos equipamentos de transporte. 

Além disso, os metroviários querem que o governo de Pernambuco desista da estadualização, etapa que precederia a transferência da gestão e operação do Metrô do Recife para a iniciativa privada.

Com informações do JC

Comentários

Mais Lidas