tragédia

Pai mata filho com tiro acidental, escreve carta pedindo perdão e atira contra o próprio rosto

"Possivelmente ele acionou o gatilho sem perceber", contou o delegado.

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 31/05/2022 às 9:29
Notícia
Reprodução/ Internet
Polícia apreende arma que disparou acidentalmente e matou criança de 11 anos - FOTO: Reprodução/ Internet
Leitura:

Um homem de 41 anos é suspeito de matar o próprio filho de 11 anos com tiro acidental, nessa sexta-feira (27), em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. O caso ocorreu na casa da família.

Após o ocorrido, o homem escreveu uma carta confessando o crime e pedindo perdão. Na carta, o pai, que não teve o nome divulgado, afirma que o disparo não foi intencional. Depois disso, ele atirou no próprio rosto.

"Foi acidente. Matei meu filho. Deixa eu morrer. Matei meu filho por acidente. Peço perdão", escreveu.

..

Quando os agentes da Polícia Militar chegaram à residência, encontraram o homem consciente. De acordo com informações do Portal G1, ele foi levado ao hospital e não corre risco de morte.

O delegado Danilo Meneses descreveu a cena que a polícia se deparou ao entrar na casa.

"O pai, a princípio, não corre risco de morte. Mas os policiais encontraram uma cena muito triste: o pai com um tiro no rosto segurando o filho no colo. Ele estava desesperado e correu pela casa com o menino", relatou.

Reprodução/ Internet
Na carta o homem pede perdão. - Reprodução/ Internet

Ainda de acordo com o portal G1, o pai é atirador esportivo e trabalha como autônomo. Ele tem quatro armas de fogo registradas em seu nome, e, por dificuldades financeiras, optou por vender uma espingarda calibre 12.

"Ele ia tirar uma foto da arma que estava vendendo, que é legalizada, e o filho estava por perto. Possivelmente ele acionou o gatilho sem perceber", contou o delegado.

Comentários

Mais Lidas