Doença

ATENÇÃO: Varíola dos macacos mata? Veja sintomas, transmissão e tratamento da doença

Nesta quarta-feira (08/06) o Brasil registrou o primeiro caso da varíola dos macacos

Maria Luísa Fernandes
Maria Luísa Fernandes
Publicado em 08/06/2022 às 16:58
Notícia
Divulgação/CDC
Varíola dos Macacos está assustando todo o mundo e Brasil registra primeiro caso da doença - FOTO: Divulgação/CDC
Leitura:

A varíola dos macacos está gerando uma grande preocupação entre cientistas e agências de saúde. A doença está chamando bastante atenção por sua transmissão rápida e também pela quantidade de casos já registrados em todo o mundo.

Na tarde desta quarta-feira (8), o Brasil acabou registrando o seu primeiro caso confirmado de varíola dos macacos. O homem diagnosticado, que não teve seu nome identificado, está em isolado no Instituto de Infectologia Emílio Ribas, localizado em São Paulo.

>> VARÍOLA DOS MACACOS: Transmissão, sintomas e tratamento; veja tudo o que se sabe sobre a doença

VARÍOLA DOS MACACOS MATA?

Após o surgimento dessa doença, diversos tipos de questionamentos estão sendo realizados. A pergunta mais feita pelas pessoas é relacionada a letalidade da varíola dos macacos.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), existem duas variantes genéticas da varíola dos macacos, com diferentes taxas de letalidade.

  • Variante da África Ocidental, com taxa de letalidade (CFR) relatada anteriormente de até cerca de 10%;
  • Variante da Bacio do Congo (África Central), com taxa de 3%.

Entre os casos registrados de varíola dos macacos, a maioria deles foram associados a variante da Bacia do Congo, ou seja, o grupo variantes genéticas com menor letalidade.

QUEM CORRE MAIS RISCO COM A DOENÇA?

De acordo com informações compartilhadas pela OMS, a varíola dos macacos pode ser classificada como uma doença autolimitante, isso significa que a pessoa infectada pode se curar após o período agudo do vírus.

Apesar disso, a varíola dos macacos pode ser grave ou fatal para algumas pessoas: "Casos graves ocorrem mais comumente entre crianças e estão relacionados à extensão de exposição ao vírus, estado de saúde do paciente e natureza das complicações", explicou a OMS.

Isso significa que os casos da varíola dos macacos tende a ter um risco maior para os mais jovens.

SINTOMAS E TRANSMISSÃO DA VARÍOLA DOS MACACOS

Os sintomas que as pessoas infectadas com a varíola dos macacos são:

  • Febre;
  • Dor de cabeça;
  • Dores musculares;
  • Dor nas costas;
  • Gânglios (linfonodos) inchados;
  • Calafrios
  • Exaustão.

Entre o primeiro e terceiro dia após o aparecimento da febre, o paciente desenvolve uma erupção cutânea, geralmente começando no rosto e se espalhando para outras partes do corpo.

Além disso, a doença pode ser transmitida através do contato com gotículas exaladas por alguém que está infectado (humano ou animal) ou pelo contato com as lesões na pele causadas pela própria doença.

Ainda não existe um tratamento específico para a varíola dos macacos. Todos os sintomas da doença costumam desaparecer espontaneamente, sem nenhuma necessidade de tratamento.

Veja aqui os casos de varíola dos macacos no mundo: 

VARÍOLA DO MACACO: por que DOENÇA está colocando MUNDO em ALERTA?

Com informações do site Canaltech*

Comentários

Mais Lidas