Economia

PIS: Liberada parcela de até R$ 1.100 hoje (5); veja quem tem direito e COMO SOLICITAR PIS 2021 ATRASADO

Trabalhadores podem solicitar o saque do valor

Marilia Pessoa
Marilia Pessoa
Publicado em 05/07/2022 às 6:48
Notícia
Agência Brasil
Veja se o PIS foi liberado - FOTO: Agência Brasil
Leitura:

O PIS 2022 teve seu pagamento encerrado no final de março deste ano, mas muitos trabalhadores ainda não sacaram o abono salarial em 2021 e, por isso, ganharam a oportunidade de solicitar o saque do valor não resgatado.

Nesta terça-feira (5), parcelas de até R$ 1.100 estão liberadas para os beneficiários. Esse PIS é referente ao ano-base 2019 e não foi sacado em 2021.

..

QUEM TEM DIREITO AO PIS?

Para poder solicitar o PIS, o trabalhador deve:

  1. Estar cadastrado há pelo menos cinco anos no PIS/Pasep
  2. Ter trabalhado com carteira assinada por Pessoa Jurídica por pelo menos 30 dias no ano de 2019
  3. Ter recebido remuneração mensal de até dois salários mínimos em 2019
  4. Ter os dados informados e atualizados na Relação Anual de Informações Sociais
    (RAIS)/eSocial
  5. Além disso, é preciso que o trabalhador ainda não tenha sacado o PIS de 2019.

CALENDÁRIO PIS 2021

Não há um calendário específico para o recebimento do PIS para quem ainda não sacou o abiono, porém o pagamento deve ser solicitado até 29 de dezembro para que o trabalhador possa recebê-lo.

COMO SOLICITAR O PIS 2021?

O PIS 2021 atrasado deve ser solicitado ao Ministério Público. A solicitação pode ser feita presencialmente, por telefone ou pela internet. Saiba como:

Presencialmente:

O trabalhado deve ir a uma unidade do Ministério do Trabalho com um documento oficial com foto.

E-mail:

O pedido deve ser enviado ao e-mail da unidade regional do Ministério do Trabalho ([email protected]). É preciso colocar a sigla do estado no lugar de 'uf'.

Telefone

O trabalhador pode solicitar pela central Alô Trabalhador (o telefone é 158).

Aplicativo da Carteira de Trabalho Digital

A consulta e a solicitação do saque do PIS/Pasep podem ser feitas pelo app da Carteira de Trabalho Digital.

Comentários

Mais Lidas