atos antidemocráticos

Moraes vota pela condenação de réu que quebrou relógio histórico no 8 de janeiro

Homem foi filmado derrubando no chão um relógio histórico trazido para o Brasil por Dom João XI, em 1808, durante invasão ao Palácio do Planalto.

Imagem do autor
Cadastrado por

Rodrigo Fernandes

Publicado em 21/06/2024 às 8:30
Notícia

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou pela condenação de mais dois réus investigados por participação nos atos de 8 de janeiro. Um deles é Antônio Cláudio Alves Ferreira, que foi filmado derrubando no chão e danificando um relógio histórico trazido por Dom João XI ao Brasil, em 1808.

O segundo réu é Leonardo Alves Fares, que fez filmagens dentro do Congresso Nacional, registrou diversas cenas de depredação e fez um vídeo-selfie agradecendo o apoio de um policial legislativo após invadir a casa Legislativa.

O voto de Alexandre de Moraes foi proferido de forma virtual na madrugada desta sexta-feira (21). Ele pediu a condenação dos dois homens com pena de 17 anos, conforme contou o Metrópoles.

Decisão de Moraes

Sobre o homem que danificou o relógio, Moraes escreveu: “O réu Antônio Cláudio Alves Ferreira foi preso preventivamente após ser reconhecido em vídeo gravado no interior do Palácio do Planalto, após o prédio ter sido invadido. Ademais, fez registros dentro do Palácio do Planalto e no QGEx que denotam a sua intensa adesão à empreitada criminosa e dano ao relógio histórico, trazido por D. João VI em 1808”.

Em relação ao segundo homem, o ministro apontou que: "O réu Leonardo Alves Fares foi preso dentro do Congresso Nacional e registrou diversas cenas de depredação e confronto em seu aparelho celular”.

Crimes apontados

Os dois homens são acusados de cometerem os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, deterioração do patrimônio tombado e associação criminosa armada.

Eles ainda receberam o voto de Moraes no sentido de pagamento coletivo de R$ 30 milhões por danos ao patrimônio nacional.

Tags

Autor