saúde

Veja como uma boa alimentação e atividades físicas são fundamentais para o combate à obesidade infantil

Fique por dentro de como a junção de exercícios físicos e alimentação ideal são o combo perfeito para evitar a obesidade infantil.

Publicado em 29/06/2024 às 8:07
Notícia

A obesidade infantil é uma realidade em todo o Brasil. Estima-se que mais de 10% das crianças menores de cinco anos estejam com excesso de peso no país. Na faixa etária de 5 a 19 anos, esse percentual sobe para 28%, de acordo com dados do Instituto Desiderata.

Leia também: Receita para emagrecer com banana: 3 lanches para não sair da dieta

Em qualquer fase da vida, manter uma rotina que inclua atividades físicas e alimentação balanceada é fundamental para manter a saúde em dia. Quando se fala de infância, não é diferente e não pode ser descartada. 

O que fazer para evitar a obesidade?

Para as crianças e adolescentes, incluir no dia a dia práticas de atividades físicas é uma mudança essencial no combate à obesidade infantil.

“A prática de atividade física é importante para a saúde, garantindo mais qualidade de vida, e quanto mais jovem, além desse benefício e de auxiliar na prevenção e na redução da obesidade infantil, a prática é importante para o desenvolvimento de habilidades motoras e da construção de uma vida adulta mais ativa, com menos comorbidades”, explica a educadora física Carla Trigueiro, gestora do Programa Kids da Cia Athletica Recife. 

Segundo evidências científicas, crianças acima do peso têm mais chances de se tornarem adultos também obesos.

 

 

As consequências desse efeito são as diversas doenças que acarretam, como: diabetes, problemas ortopédicos, distúrbios psicológicos, doenças cardiovasculares e hipertensão.

A junção ideal de alimentação e exercícios

Conforme a nutricionista Raphaella Cardoso, além da prática de exercícios físicos, também é necessária uma rotina de boa alimentação para obter os resultados almejados.

“A promoção de práticas alimentares mais saudáveis é fundamental para garantir não só condicionamento nutritivo necessário a crianças e adolescentes, mas também auxiliar no desenvolvimento das atividades físicas necessárias. Precisa sempre ser uma ação conjunta: boa alimentação e prática de exercícios. Assim conquista-se um bom resultado na prevenção à obesidade infantil”, detalha.

As atividades físicas para crianças, não se limitam apenas a atividades mais estruturadas e intensas, como esportes, pequenas atividades diárias, caminhadas e brincadeiras ao ar livre também são otimas no desenvolvimento.

“A matéria apresentada neste portal tem caráter informativo e não deve ser considerada como aconselhamento médico. Para obter informações fornecidas sobre qualquer condição médica, tratamento ou preocupação de saúde, é essencial consultar um médico especializado.”

Tags

Autor