Bolsa Família será antecipado até dezembro no RS; veja como sacar

A medida abrange todos os 497 municípios do estado. De acordo com o governo, quase 620 mil famílias serão beneficiadas. Confira detalhes

Publicado em 07/07/2024 às 9:18

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) anunciou na última quinta-feira (4), uma alteração no calendário do Bolsa Família até dezembro deste ano para os beneficiários do Rio Grande do Sul. A medida visa amenizar os impactos sofridos pelas famílias devido às enchentes que atingiram o estado.

Com a unificação do calendário, as famílias poderão movimentar os recursos no primeiro dia de pagamento, sem a necessidade de seguir o cronograma inicial baseado no Número de Identificação Social (NIS). Esta mudança será válida até dezembro de 2024.

A medida abrange todos os 497 municípios do estado. De acordo com o governo, quase 620 mil famílias serão beneficiadas, com um repasse total de R$ 417 milhões.

Valores

O valor médio do benefício em julho foi de R$ 682,32, segundo o MDS. O Bolsa Família garante um pagamento mínimo de R$ 600 por família.

Além do benefício mínimo, há o pagamento de três adicionais:

  • Benefício Variável Familiar Nutriz paga seis parcelas de R$ 50 a mães de bebês de até seis meses de idade, para garantir a alimentação da criança;
  • Famílias com gestantes e filhos de 7 a 18 anos têm um acréscimo de R$ 50;
  • Famílias com crianças de até 6 anos recebem mais R$ 150.

Pagamentos

O calendário de pagamentos do Programa Bolsa Família segue uma escala baseada no último dígito do Número de Identificação Social (NIS), distribuindo os pagamentos ao longo dos dez últimos dias úteis de cada mês. Por exemplo, famílias com NIS terminado em 1 recebem no primeiro dia, e assim sucessivamente até os NIS terminados em 0.

Chama no Zap!

Receba notícias na palma da sua mão. Entre agora mesmo no nosso canal exclusivo do WhatsApp

ENTRAR NO CANAL DO WHATSAPP

Em situações de emergência ou calamidade pública, como observado atualmente no Rio Grande do Sul, o governo adota medidas especiais, como a unificação do calendário de pagamento. Essa ação excepcional, geralmente aplicada por dois meses, foi estendida até o fim do ano para o estado.

Outra medida emergencial é a possibilidade de saque sem cartão e sem a necessidade de documentos originais para beneficiários que tenham perdido seus documentos, utilizando a Declaração Especial de Pagamento (DEP) emitida pela gestão municipal.

Além disso, os prazos para atualização cadastral e revisão cadastral foram prorrogados para as famílias que estão em processos de Averiguação Cadastral e Revisão Cadastral, garantindo a continuidade dos benefícios do Bolsa Família.

Governo Federal | Montagem: NE10
Imagem do Calendário do Bolsa Família 2024 em cores verdes e azuis com fundo azul - Governo Federal | Montagem: NE10

 

Saiba como consultar e sacar as parcelas do Bolsa Família

A consulta do benefício pode ser realizada pelos aplicativos Bolsa Família e Caixa Tem, disponíveis para download na Google Play para Android e na App Store para iPhone.

Para consultar no aplicativo, é necessário clicar em "ver parcelas". As primeiras exibidas serão as parcelas já liberadas, acompanhadas da data de validade, que indica o período em que podem ser sacadas.

Em seguida, aparecem as parcelas que ainda serão creditadas na sua conta. Para as famílias afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul, as parcelas serão liberadas sempre no primeiro dia de pagamento do Bolsa Família.

Para verificar o calendário de pagamentos, clique na opção correspondente e selecione o número final do seu NIS. Será exibido o calendário de pagamentos correspondente ao final de NIS selecionado.

O responsável familiar pode sacar o benefício em agências da Caixa, postos de atendimento bancário, unidades lotéricas, correspondentes Caixa Aqui, terminais de autoatendimento e unidades itinerantes.

Calendário do Bolsa Família 2024

Tags

Autor