menu

Veja dicas para evitar cair em golpes durante o Carnaval

Troca de cartões é o mais comum durante o período, alerta Febraban

Troca de cartão de crédito é um dos golpes mais aplicados durante o Carnaval
Troca de cartão de crédito é um dos golpes mais aplicados durante o Carnaval (Pixabay)

Aglomeração, festa, pessoas ingerindo bebida alcoólica. O contexto do Carnaval forma o cenário ideal para que criminosos apliquem golpes. Por causa disto, é preciso estar atento no momento de fazer compras e outras operações que envolvam dinheiro. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) faz alguns alertas e dá dicas de segurança.

De acordo com a Febraban, alguns golpistas se passam por vendedor ambulante e entregam a maquininha de cartão para que o cliente digite a senha. O golpista se aproveita de um momento de distração e presta atenção na senha que está sendo digitada, ou usa um truque para que a vítima digite a senha no campo destinado ao valor da compra. Outra modalidade do golpe é trocar o cartão da vítima por outro parecido.

Por causa disto, é preciso redobrar a atenção ao fazer compras, independente do lugar. "Fique sempre atento ao seu cartão e confira a devolução. Lembre-se que o campo de senha mostra apenas asteriscos", alerta o diretor da comissão de Prevenção a Fraudes da Febraban, Adriano Volpini.

Para quem caiu em algum golpe, é importante comunicar ao banco o roubo, furto ou perda do cartão ou do celular utilizado para fazer operações bancárias, além de registrar boletim de ocorrência junto à Polícia Civil e avisar à empresa de telefonia.

Quando o banco não é avisado, o criminoso pode ter acesso à conta da vítima pelo aplicativo do celular, por exemplo. Outros golpistas usam e-mails ou mensagens falsas com links para induzir a vítima a informar as senhas de desbloqueio do aparelho.

Confira outras orientações da Febraban:

Nunca empreste ou entregue o seu cartão para ninguém e nunca o perca de vista. Pode haver a troca do cartão sem que você perceba;

Ao efetuar pagamentos com seu cartão, não deixe que ele fique longe do seu controle, confira o valor e tome cuidado para que ninguém observe a digitação da sua senha;

Ao finalizar a compra e pegar o cartão de volta, veja se é o seu nome que está nele;

Solicite sempre a via do comprovante de venda e confira o valor impresso da compra;

Sempre que possível, passe você mesmo o cartão na maquininha;

Cadastre-se para receber avisos por SMS ou e-mail a cada transação realizada com seu cartão, Assim, é possível identificar com rapidez uma transação fraudulenta;

Nunca guarde a senha junto com o cartão. Isso reduz o risco em casos de perda ou roubo;

Tome cuidado com esbarrões ou encontros acidentais, que possam levar a perder de vista, temporariamente, o seu cartão magnético. Se isso ocorrer, verifique se o cartão que está em seu poder é realmente o seu. Em caso negativo, ligue imediatamente para o banco e solicite o cancelamento do cartão;

Quando for destruir um cartão, corte o chip ao meio. Mesmo com o plástico cortado, é possível fazer transações se o chip estiver intacto;

Em caso de roubo, perda ou extravio do seu cartão, ligue imediatamente para a Central de Atendimento do seu banco e solicite o cancelamento do cartão. Em caso de roubo, também registre um B.O. na delegacia mais próxima.