menu

Polícia Federal usará drones para combater compra de votos e outros crimes eleitorais nas eleições

Mais de 100 drones serão usados para sobrevoar principais zonas eleitorais

Polícia Federal usará drones para combater crimes eleitorais
Polícia Federal usará drones para combater crimes eleitorais (Polícia Federal)

A Polícia Federal (PF) vai usar mais de 100 drones durante os dias de votação das eleições deste ano. O objetivo é combater crimes eleitorais. De acordo com a PF, mais de 100 drones serão utilizados para sobrevoar principais zonas eleitorais do país para fiscalizar e combater possíveis crimes de boca de urna e transporte de eleitores, por exemplo.

A polícia explicou através de nota que os drones têm câmeras que podem realizar zoom para identificar suspeitos, placas de carros, entregas de santinhos e compras de votos.

"As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe que estará preparada para monitorar toda as eleições e adotar as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas. Assim, diante de algum flagrante de crime eleitoral, policiais se deslocarão, imediatamente, para o local indicado para prender os suspeitos, que serão conduzidos para a delegacia, onde serão tomadas as providências pertinentes", dizia a nota.

Tecnologia

Ainda de acordo com a PF, a ação busca usar a tecnologia para prevenir crimes, além da diminuir a presença física de policiais e o contato social durante o período da pandemia da covid-19.