menu

Aumenta número de candidatos analfabetos nas eleições de 2020

Constituição prevê que não alfabetizados são inelegíveis

Não será necessário fazer identificação biométrica
Eleições 2020 serão no dia 15 de novembro (Wilson Dias/Agência Brasil)

Um levantamento feito pelo portal Brasil61.com revelou que o número de candidatos analfabetos concorrendo ao cargo de vereador aumentou em 2020 em comparação com as eleições de 2016.

De acordo com a pesquisa, para as eleições deste ano foram registradas 20 candidaturas para vereador de pessoas declaradas como analfabetas. Em 2016, este número foi de seis candidatos. Não houve registro de candidatos a prefeito analfabetos.

Apesar disto, a Constituição prevê que pessoas não alfabetizadas são inelegíveis. Os tribunais regionais eleitorais exigem comprovante de escolaridade; caso o candidato não possa apresentar comprovação, pode provar que sabe ler e escrever. O número de candidatos que lê e escreve é de 17.334.

Dados

O ensino médio completo é a escolaridade de 210.132 candidatos a prefeito, vereador e vice-prefeito. Os candidatos com formação superior são 134.191. O número dos que tem superior incompleto é de 24.680; ensino médio incompleto, 27.365; ensino fundamental completo, 67.277; e ensino fundamental incompleto, 70.443.

*Com informações do site Brasil61