Saúde

Dermatologista explica relação entre uso de produtos e oleosidade da pele

Produtos inadequados podem causar inflamações

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 26/08/2020 às 13:25
NOTÍCIA
Pixabay
FOTO: Pixabay
Leitura:

A dermatologista Lívia Mota participou de uma entrevista de estúdio no programa Cotidiano, da TV Jornal Interior, e explicou questões relacionadas à acne, limpeza da pele, oleosidade, entre outros.

Segundo a médica, a pandemia da covid-19 fez com que as pessoas aumentassem os cuidados com a pele, mas apesar dos benefícios, a dermatologista alerta para a necessidade de usar cremes e loções hidratantes adequados para o tipo de pele da pessoa.

Alguns produtos podem piorar a inflamação da acne e a obstrução folicular. Lavar e esfoliar o rosto de forma excessiva também causa prejuízos, assim como usar máscaras faciais em excesso. Outra questão que pode provocar a acne é o estresse, uma vez que o hormônio cortisol contribui para a inflamação.

> Pediatra dá orientações sobre como manter rotina das crianças em casa

Obstetra responde dúvidas sobre fertilidade, gravidez e contracepção

Ginecologista explica mudanças no ciclo menstrual e responde perguntas

Lívia Mota explicou que existem quatro graus diferentes de acne. O primeiro é composto por cravos e ocorre assim que a pessoa começa a entrar na puberdade. O grau 2 trata-se de inflamações na pele (espinhas). O 3, quando aparecem nódulos (espinha interna) e o grau 4, quando há nódulos e caminhos entre os nódulos na pele.

Ainda segundo a dermatologista, a pele é formada pela epiderme, pela derme e pela hipoderme. Quando o paciente mexe na pele com o objetivo de estourar uma espinha, por exemplo, pode aumentar a inflamação, uma vez que já está na derme.

Graus da acne

"Você deve sempre procurar uma pessoa habilitada para fazer uma limpeza de pele no grau 1, e a partir do grau 2, a gente tem que usar loções com ação bactericida, anti-inflamatória, para começar a tratar", explicou. O dermatologista poderá identificar o grau da acne e apontar os produtos adequados para o tipo da pele. "Tem produtos que são fortes e podem causar dermatite de contato irritativo, pode piorar a acne que já tem", disse.

A médica também revelou que é necessário utilizar um sabonete próprio para o rosto, em vez de utilizar o mesmo usado no corpo. O motivo é que o rosto tem uma quantidade maior de glândulas sebáceas, e o uso do sabonete inapropriado pode piorar o ressecamento e a inflamação.

O uso de hidratante também é importante para diminuir a oleosidade da pele, ao contrário do que se pensa. "À medida que a gente repõe a água da pele, nossa pele não vai ter necessidade de produzir mais óleo. Muitas vezes, a gente produz óleo por uma necessidade de compensação de falta de água. Então à medida que a gente repõe a água da pele, não tem necessidade de produção de água", explicou a dermatologista.

Mais Lidas