História

Capital do Forró, Caruaru também tem tradição no Carnaval de rua

Historiador explica que a folia na cidade do Agreste surgiu com as bandas musicais e os clubes de Carnaval

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 15/02/2021 às 15:55
NOTÍCIA
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
FOTO: Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Leitura:

A cidade conhecida nacionalmente como 'Capital do Forró', lugar das feiras e do barro também tem tradição no Carnaval. Na década de 30 o forró passou a dividir espaço com o frevo, e foi então que surgiram os primeiros blocos carnavalescos em Caruaru, no Agreste de Pernambuco.

O historiador José Urbano explica como a folia conquistou a terra do São João. "Temos a partir dos anos 30 uma formatação no Carnaval de Caruaru, naquele momento havia um duelo saudável entre as bandas musicais, Comercial e Nova Euterpe", conta.

As bandas iam para a Avenida Rio Branco tocar frevo e reuniam os caruaruenses para brincar o Carnaval. Foi nesta mesma época, quando a cidade tinha pouco menos de 100 mil habitantes, que surgiram os primeiros clubes de Carnaval de Caruaru. "Tínhamos, por exemplo, o vassourinhas, motoristas em folia e sapateiros em folia", relembra José Urbano.

Ao longo dos anos as bandas musicais e os clubes de Carnaval foram perdendo espaço, até que na década de 90 a Confraria da Sucata passou a reunir os amigos para brincar a folia de momo na rua João Condé. A partir de então as prévias carnavalescas voltaram a fazer parte do calendário cultural de Caruaru, reunindo milhares de foliões.

A Sucata também incentivou o surgimento de outras festas. "Já tínhamos um evento de resgate das palhoças de rua, no São João. Em 2018, decidimos também resgatar os blocos de rua do Carnaval", fala Raul Chalegre, organizador do bloco Gonzagão.

Assista a reportagem completa

Mais Lidas