repercussão

Pastora publica vídeo dizendo que viu Paulo Gustavo, MC Kevin e outros artistas "no inferno"

A mulher afirma que teve uma "visão de Deus" sobre os artistas e não poderia guardar para si.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 20/08/2021 às 8:35
NOTÍCIA
Divulgação
FOTO: Divulgação
Leitura:

Uma youtuber, identificada como pastora Nadir, do canal "A Casa da Pastora", publicou um vídeo que acabou viralizando nas redes sociais nos últimos dias. Isso porque, em mais de 30 minutos, a mulher afirma que viu o ator Paulo Gustavo e o cantor MC Kevin no inferno e cita outras personalidades famosas que também faleceram. 

"O Senhor me disse: 'Olha direito'. Quando eu olhei, era só trevas em volta dele (Paulo Gustavo), e ele não via. Ele não conseguia ver as trevas. O Senhor me dizia: 'Os demônios o enganaram até o fim'. Este homem está no inferno. Porque nenhum homossexual entrará no meu reino, me disse o Senhor", diz a mulher sobre Paulo Gustavo, que morreu no mês de maio deste ano por complicações de saúde provocadas pela Covid-19.

Em seguida, no mesmo vídeo, ela afirma ter visto o MC Kevin. O cantor morreu no dia 16 de maio após cair da sacada de um hotel no Rio de Janeiro. "Vi também esse cantor, MC Kevin. Quando ele caiu, ele nem sentiu a morte direito. O Senhor mostrou, ele já passou do solo para o inferno", afirmou.

A youtuber afirma ainda que ouviu de Deus, que os integrantes do grupo Mamonas Assassinas também estavam no inferno. "O Senhor não [me] permitiu vê-los. O Senhor me disse que eles estavam ali também", contou.

A pastora, que tem mais de 90 mil inscritos em seu canal no YouTube, disse que tem consciência de que muitas pessoas podem distorcer suas palavras, mas que não poderia guardar para si uma "visão de Deus". O vídeo já ultrapassa 100 mil visualizações e mais de 4 mil comentários.

Repercussão

Nos comentários do vídeo, os internautas fizeram diversas críticas ao conteúdo da pastora. Algumas pessoas, inclusive, recomendaram que ela procurasse um acompanhamento psiquiátrico. "Essa senhora precisa de terapia. Fala como se fosse dona da verdade, vive em um mundo idealizado por ela, julgando e condenando", escreveu um internauta.

"Que desrespeito a maneira na qual ela fala, imagina a família dessas pessoas vendo esse vídeo. Nem devem ter superado o que aconteceu e vem uma senhora ainda falando uma coisa dessas, colocando o nome Deus ainda por cima. Terrível!", escreveu outra pessoa.

*Com informações do JC Online

Mais Lidas