Investigação

Laudo toxicológico confirma que MC Kevin usou droga antes de morrer

Testemunhas haviam dito sobre o cantor ter ingerido bebidas alcóolicas e usado usado droga na noite em que morreu.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 28/05/2021 às 19:28
NOTÍCIA
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

Segundo o laudo do Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro, o exame toxicológico no sangue colhido do funkeiro MC Kevin, após morrer ao cair do 5º andar de prédio na Barra da Tjjuca, confirmou que o cantor teria usado droga. O exame foi divulgado nesta sexta-feira (28) pelo G1.

No sangue foi encontrada a substância psicotrópica, MDMA. O exame comprovou o que as testemunhas haviam dito sobre o cantor ter ingerido bebidas alcóolicas e usado usado droga na noite em que morreu. Além disso, também foi apontada pelos peritos da Polícia Civil a presença de cafeína, compatível com ingredientes de energéticos que o MC e os amigos dizem ter ingerido antes do acidente.

> MC Kevin, amigos e modelo consumiram mais de R$1000 em bebidas horas antes de sofrer acidente

"De acordo com as técnicas utilizadas, foi possível detectar no material analisado duas substâncias compatíveis com os padrões de cafeína e Metilenodioximetanfetamina (MDMA)", diz o laudo.

Ainda de acordo com a Polícia Civil o laboratório de toxicologia não tem "metodologia para quantificação destas substâncias" e que, "portanto, não há elementos para afirmar se as mesmas foram utilizadas em doses usuais ou excessivas".

> Vídeo mostra últimos momentos de MC Kevin antes de cair de prédio

Consumo de álcool 

Outro teste para identificar a presença de álcool foi realizado. O exame toxicológico indicou grande presença de álcool no corpo do artista. Segundo o exame, feito pelo IML, a concentração de álcool encontrada foi de 13 decigramas por litro. A quantidade é mais que o dobro do índice que dá prisão para motoristas flagrados, que equivale a 6 decigramas por litro de sangue.

Especialistas dizem que na faixa entre 10 a 20 dg/L de etanol no sangue já é possível apresentar a presença da falta de coordenação dos movimentos musculares voluntários e do equilíbrio.

*Com informações do G1 

Mais Lidas